Translate

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Conselho recebe visita do Secretário de Promoção Social Nilson Pinto

O Conselho Estadual de Educação recebeu na manhã desta quinta-feira, 24, durante sessão plenária, a visita do secretário especial de Promoção Social, prof. Nilson Pinto. Ele aproveitou a oportunidade para falar do plano de ação que a Secretaria de Educação do Estado(Seduc) está executando visando mudar o “cenário da educação em todo Estado, não só para elevar os índices, mas como garantir a qualidade da nossa educação”, disse. Destacou a participação do Conselho Estadual no enfrentamento dos”graves problemas da educação e no pacto por sua melhoria”.
 Citou alguns indicadores de avaliações do governo federal, tomando como base o ano de 2009, que expressam o baixo nível de escolaridade no Estado. Dentre os dados apresentados, o secretário disse que em Língua Portuguesa, os alunos do sistema de ensino em todo o Estado estão apenas 50% da média nacional, ou seja, cerca de 15% tiveram desempenho satisfatório, e em Matemática esse número cai para 11%. “Só com o envolvimento de toda a sociedade poderemos vencer o desafio de melhorar nossa educação. Para isso estamos reunindo com vários setores, dentre os quais, a Igreja, por meio da CNBB, sindicatos, pastorais, gestores municipais, lideranças políticas, sociedade em geral e hoje viemos aqui no Conselho, para fazer esse grande pacto pela educação”, anunciou. 

Investimentos- Sobre o empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de 200 milhões de dolares com a contrapartida do Estado no valor de 100 milhões, num total de 300 milhões de dolares, o secretário explicou que, atualmente, a Seduc gasta muito com a educação e os índices são inexpressivos- o contrato com o Banco está em análise para ser liberado. Esses recursos serão utilizados nos próximos cinco anos em três frentes: infraestrutura, gestão e melhoria da qualidade do ensino. “É a primeira vez que o BID faz um financiamento na educação aqui, depois de 15 anos e esse é o maior empréstimo feito na área social”,  destacou.
A presidente do CEE/PA, profª Suely Menezes agradeceu a presença do secretário e disse que o Conselho está nessa cruzada pela melhoria da educação. “Sabemos da importância desse pacto e estamos inteiramente dispostos a contribuir para reverter esse quadro”, enfatizou.
Após a plenária, houve reunião para formalizar comissão organizadora do Jubileu de Ouro do Conselho, que no próximo ano completa 50 anos de atividades. E em seguida, conselheiros e servidores presentes cantaram parabéns à presidente que estará aniversariando  neste sábado, 26.
Comunicação CEE/PA

quinta-feira, 24 de maio de 2012

CEE/PA e Conselhos Profissionais discutem avaliação de cursos

O Conselho Estadual de Educação (CEE/PA) reuniu na manhã desta quinta-feira, 17, com representantes dos Conselhos Profissionais de Engenharia, Radiologia e Enfermagem visando formalizar parceria, em caráter experimental, para a realização das avaliações previstas nos incisos I e II do artigo 51 da Resolução CEE/PA nº 485/2009, no que tange à obtenção de atos autorizativos de cursos relativos à educação profissional. Esse tem sido um dos problemas mais recorrentes em função da grande demanda de cursos profissionalizantes que vem sendo implantados no estado.
A partir da assinatura do convênio de cooperação técnica, uma comissão com integrantes do Conselho de Educação e dos Conselhos Profissionais será responsável pela fiscalização desses cursos. “Nossa intenção é garantir a oferta de cursos profissionais com qualidade por meio do Sistema Estadual de Educação do Pará”. Essa é uma iniciativa inovadora que permitirá mais agilidade na inspeção desses cursos.
Os processos de avaliação serão efetivados por comissões compostas por dois integrantes, sendo um designado dentre os técnicos vinculados aos órgãos próprios do Sistema Estadual e o segundo, escolhido dentre os especialistas elencados oficialmente pelo Conselho Profissional e que passarão a compor o Cadastro Público do CEE/PA.
Representando o Conselho de Engenharia (Crea), o dr. Franklin Rabelo da Silva;pelo Conselho de Enfermagem (Coren), o presidente Mario Antonio Moraes e o presidente do Conselho de Radiologia, Guilherme Antonio Viana. A próxima reunião ficou marcada para o dia 05 de junho quando serão feitas as alterações necessárias para a assinatura do termo.
Ascom/CEE
http://www.cee.pa.gov.br/?q=node/398

quarta-feira, 16 de maio de 2012

VOCÊ QUER SER UM EMPREENDEDOR DE SUCESSO?

Clique no cartaz e saiba mais. 

Cametá vende vaga para Remo.

Dentro de campo o Remo foi incompetente(muito incompetente) para conseguir vaga à Série D do campeonato brasileiro de 2012. Alegando dificuldades financeiras, o campeão  paraense deste ano, o Cametá, através de seu presdidente, deu(vendeu) a vaga para o que se intitula "fenômeno azul". Uma vergonha já de conhecimento nacional. O jornalista Milton Neves, da Band, meteu o pau. Os dirigentes fazem o que querem. E eu, como qualquer outra pessoa, considerando que vivemos em um regime democrático, posso, sim, me manifestar. Daí a opinião. Que vergonha, Leão! Que vergonha, presidente do Cametá. E o povo deste município, vai assistir a tudo passivamente? Os cametaenses que são remistas, sim. Ou não? Há quem diga que o Cametá ainda poderá representar o Pará na quarta divisão, pois é isso que os dirigentes querem, após o presidente ter deixado o cargo. Aguardemos.

5º Encontro da Rede de Estudos Rurais

Falta menos de um mês para o 5º Encontro da Rede de Estudos Rurais!
O evento será de 03 a 06 de junho deste 2012.

Debates no 5º Encontro da Rede de Estudos Rurais

O que precisamos discutir sobre o mundo rural? Quais são os desafios para as políticas públicas? Como tem se dado as relações de trabalho no campo? E os conflitos decorrentes da ambientalização no Brasil? Estas e outras questões serão desenvolvidas nesta 5ª edição do Encontro.

O tema Desenvolvimento, Ruralidades e Ambientalização: atores e paradigmas em conflito traz uma série de desafios, como propor novas lógicas, para além do viés meramente econômico. Para o professor Gutemberg Guerra, membro da Rede e coordenador do evento, é preciso reconhecer “que estamos em um momento de inflexão das formas de pensar a relação do homem com a natureza, implicando, portanto, na necessidade de se repensar e praticar outras formas de desenvolvimento considerando os impactos socioambientais”.
Sociólogos, antropólogos, cientistas políticos, juristas, geógrafos, economistas, movimentos sociais, entre outros, dividirão suas inquietações com o intuito de apontar novos caminhos para o desenvolvimento rural.
Saiba mais acessando: http://rederural5.wordpress.com/

sexta-feira, 11 de maio de 2012

7° Encontro Nacional de Atendimento Escolar Hospitalar & 1° Seminário de Educação Popular e Saúde - Belém 2012

TEMA: Direito à Educação: políticas públicas e trabalho docente no contexto hospitalar e domiciliar.

PERÍODO: 19 a 21 de junho de 2012.
LOCAL: Centro de Convenções Benedito Nunes - UFPA

OBJETIVO GERAL
Reunir professores e pesquisadores que atuam no atendimento escolar hospitalar ou domiciliar às crianças ou jovens doentes para que partilhem, conheçam, discutam e produzam experiências focadas na garantia do direito à educação das crianças e adolescentes internados em ambientes hospitalares ou em tratamento domiciliar.

Os Encontros anteriores foram realizados em 2000 no Rio de Janeiro, em 2002 em Goiânia, 2004 em Salvador, 2005 em Porto Alegre, em Curitiba em 2007 e 2009 em Niterói. Em 2012 acontecerá em Belém, no mês de junho.
O 7° Encontro Nacional Sobre Atendimento Escolar Hospitalar juntamente com o 1° Seminário de Educação Popular de Saúde é um evento acadêmico e científico que ocorre bianualmente organizado pelas instituições de Ensino Superior em parceria com as Secretarias de Educação dos Estados.
Em 2012, o mesmo acontecerá por meio da Coordenação de Educação Especial da Secretaria de Educação - SEDUC em conjunto com as Universidades Federal e Estadual do Pará e a SESPA.
A educação escolar hospitalar em Belém iniciou seu atendimento em 2003 com professores da SEDUC atendendo educacionalmente crianças e adolescentes do ensino regular. Entretanto, ações dessa natureza já vinham acontecendo desde 2002 pelo Núcleo de Educação Popular - NEP, da Universidade Estadual do Pará - UEPA, para jovens e adultos.

Pastoral da Educação prepara Encontro Nacional


sexta-feira, 11 de maio de 2012


Com a finalidade de encaminhar os projetos para este quadriênio (2012-2015) a equipe nacional da Pastoral da Educação se reuniu nesta quinta-feira, 10/05, na sede da CNBB em Brasília. O encontro foi coordenado pelo bispo auxiliar de São Paulo - referencial para esta pastoral – dom Júlio Endi Akamine, e contou com a presença de 5 representantes de diferentes regiões do país.

Na pauta estava a preparação de um Encontro Nacional da Pastoral da Educação, previsto para o final de agosto em Brasília, além da definição de subsídios de orientação e formação. Os participantes também trataram da definição dos fluxos de comunicação que facilitem o acesso do educador católico ao âmbito eclesial.

Para o professor Sérgio Maia, do Regional Leste 1, a Pastoral da Educação tem a sua importância especialmente por atuar além dos muros das escolas. “Nosso desejo é atingir todos os educadores, todos os jovens, em todas as escolas, e também as pastorais afins como a da Juventude e a da Família, e outras”, explica o professor.

A equipe nacional espera que o Encontro ajude a fortalecer a implantação da pastoral em todas as dioceses, com atuação em todos os níveis de educação, além do intercâmbio com outras pastorais. É o que explica o padre Agamenilton Damascena, do Regional Centro-Oeste. “Com este encontro, queremos revitalizar, animar e encontrar os agentes que atuam nesta área”.

No encerramento da reunião, dom Julio Akamine agradeceu a presença de pessoas dedicadas e comprometidas com a educação. “Pode ser que existam divergências e diferenças nos modos de pensar, mas o objetivo de todos é o mesmo: trabalhar por uma educação de qualidade”.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

DEPUTADO DÁ TAPA NA CARA DE REPÓRTER DO CQC

 O tapa na cara não recebe meu apoio, mas...
 
Apesar de gostar do CQC, não tenho a menor dúvida de que os caras querem fazer o que dá na telha. E não deve ser assim. Liberdade de imprensa não é usar do deboche com qualquer pessoa ou em qualquer lugar. Marcelo Tass e equipe estão convencidos que querem cercear o trabalho deles e jogam para o público que, em parte, se solidariza com eles. Muito ruim quando nas coletivas, com todo mundo tratando situações com seriedade, eles queiram sempre puxar para o lado da brincadeira. E se alguém os critica, eles voltam com o discurso da liberdade de imprensa.
Quem apanhou foi o Felipe Andreoli. Quem bateu foi o deputado Márcio Reinaldo Moreira - PP de Minas Gerais. Felipe foi à polícia registrar queixa. Outros do CQC já apanharam.

O CQC só perde para o seu Madruga que vive apanhando da dona Florinda. 

PROIBIÇÕES NO ANO DE ELEIÇÃO

1. Em ano de eleição, não é permitido fazer revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano.

2. No ano em que se realizar eleição, é proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior. Nestes casos o Ministério Público poderá promover o acompanhamento de sua execução financeira e administrativa (Lei nº 9.504/97 art. 73, § 10, com nova redação dada pela Lei nº 11.300/2006).

3. Em ano eleitoral, antes do período de três meses que antecedem a votação, também são proibidas despesas com publicidade dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da administração indireta, que excedam a média dos gastos feitos nos três últimos anos ou do último ano.

Fiquemos de olho! 

terça-feira, 8 de maio de 2012

Veja a lista das 20 instituições que mais aprovaram no 6º Exame da OAB; 19 são públicas

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) divulgou nesta terça-feira (8) a relação das vinte instituições com maior índice de aprovação proporcional no 6º Exame de Ordem Unificado. Entre as vinte, dezenove são universidades públicas - a única particular da lista é a Escola de Direito da FGV-RJ (Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro).

  • Fonte: OAB


  • O primeiro lugar ficou com a UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), de Minas Gerais. Ao todo, 102 estudantes fizeram a prova por essa instituição e 88 foram aprovados - um percentual de aprovação de 86,27%.
    O 6º Exame de Ordem aprovou 25.912 candidatos. Segundo a OAB, dos 11.154 candidatos que interpuseram um total de 36.229 recursos à prova, 2.203 foram aprovados. Após a análise de todos os recursos, o número final de aprovados foi de 23.709 para 25.912 de um total de 101.936 inscritos em todo o país.
    A prova da segunda fase foi realizada no dia 25 de março. O candidato deveria elaborar uma peça profissional e responder quatro questões discursivas. Era possível consultar, exclusivamente, legislação sem qualquer anotação ou comentário editorial (ressalvadas as simples remissões manuscritas à lei).

    É PROIBIDO NOS TRÊS MESES ANTES DA ELEIÇÃO

    1. Os candidatos a cargos do Poder Executivo não podem participar de inaugurações de obras públicas( o infrator sujeita-se à cassação do registro).

    2. Com exceção da propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da administração indireta, exceto em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral.

    3. Não é permitido contratar shows artísticos.

    4. Fazer pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, fora do horário eleitoral gratuito, exceto quando, a critério da Justiça eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo.

    5. Realizar transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios, com exceção dos recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistentes para execução de obra ou serviço em andamento e com cronograma prefixado, e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública.

    Fiquemos de olho!

    segunda-feira, 7 de maio de 2012

    LEÃO OU MAPARÁ?

    Sou Paysandu e falei para um amigo também Paysandu: " quero que o Remo seja campeão paraense. É rival, mas quero que vença." Ele perguntou: "Por que?" Falei que os jogadores do Remo têm família para sustentar em 2013 e participar da quarta divisão do campeonato brasileiro é uma necessidade. Ele questionou: " e os jogadores do Cametá, não têm família para sustentar?" Calei.
    Que vença o melhor. O Remo é favorito e o Cametá já se dará por satisfeito resolvendo seus problemas financeiros, embora também pretenda vencer o campeonato paraense em sua edição 2012.

    O QUE NÃO PODE EM UMA CAMPANHA ELEITORAL III

    É vedado ao agente público fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público.

    Também: nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional, remover, transferir ou exonerar(nos três últimos casos, sem a concordância do interessado) servidor público.

    Fiquemos de olho!!!

    O QUE NÃO PODE EM UMA CAMPANHA ELEITORAL II

    É vedado aos agentes públicos ceder ou usar em benefício do candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis públicos, exceto para realização de convenção partidária.

    Mais: usar materiais ou serviços, custeados pelo Executivo ou Legislativo, que excedam o que está previsto nos regimentos e normas dos órgãos que integram.

    O QUE NÃO PODE EM UMA CAMPANHA ELEITORAL I

    Algumas condutas são vedadas ao denominados AGENTES PÚBLICOS, ou seja, quem exerce mandatos, como exemplos os prefeitos, diretores de escolas e conselheiros, durante a campanha eleitoral. A primeira: ceder servidor público ou utilizar seus serviços para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, exceto se estiver licenciado. Se isso acontecer em seu município, denuncie. As condutas vedadas aos agentes públicos e as sanções, estão previstas na Lei nº 9.504/97 e na Resolução do TSE nº 22.261. Voltarei com outras condutas vedadas aos agentes públicos durante a caça ao voto. 

    sábado, 5 de maio de 2012

    Migração de outros estados para o Pará reduz 90% em dez anos

    Quatro em cada dez mil habitantes do Pará é estrangeiro.
    15% dos que vivem no Pará vieram de outros estados brasileiros.
    Dados do Censo 2010 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que apenas 3.574 estrangeiros vivem no Pará. Com mais de 7 milhões de habitantes, esse número representa 0,04% da população, ou seja, quatro em cada dez mil habitantes do estado, nasceram em outros países. O estado com o maior número de estrangeiros é São Paulo, onde vivem mais de 205 mil pessoas de outras nacionalidades.
    As cidades paraenses com o maior número de não-brasileiros são Belém (1.776), Ananindeua (474), Castanhal (112), Marabá (89) e Santarém (87). Já o número de naturalizados é ainda menor. Apenas Belém (649), Ananindeua (179) e Castanhal (118) têm mais de cem estrangeiros naturalizados entre sua população.
    Já em relação a migração nacional, os dados revelam diminuição do fluxo de pessoas nascidas em outros estados para o Pará. Dos 1.152.857 habitantes que vivem no Pará, mas não nasceram nesta unidade da federação, 59,97% vieram há mais de dez anos; 13% mora no Pará de seis a nove anos; 10,3% deles é paraense por adoção de cinco a três anos; 11% tem residência fixa no Pará há um ou dois anos e apenas 5,66% dos censitados chegou a menos de um ano. O que representa uma redução de mais de 90% deste tipo de migração nos últimos dez anos.
    No ranking de quem veio de outros estados, destaca-se Belém (102.278), Marabá (87.274), Parauapebas (86.094), Ananindeua (44.385) e Redenção (31.663).
    Por outro lado, a mobilidade intraestadual também é grande. Aproximadamente 32,88% dos habitantes do Pará vivem em um município diferente daquele onde nasceram. Este ranking também é liderado pela capital Belém (342.583), seguida por Ananindeua (276.216), Marabá (112.946), Parauapebas (110.559), Castanhal (61.357), Santarém (56.977) e Paragominas (50.916).
    Fonte: G1 PA

    Decisão sobre casais homoafetivos completa um ano e está entre as notícias mais acessadas do site do STF

    Há exatamente um ano, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) tomavam uma decisão histórica, que teve grande repercussão nacional e também internacional: reconheceram, por unanimidade de votos, a união estável para casais do mesmo sexo, que passaram a ter os mesmos direitos dos pares heterossexuais.
    Prova da importância da decisão, a notícia “Supremo reconhece união homoafetiva” –, publicada no site do STF no dia 5 de maio de 2011, é a segunda mais acessada da história da Corte. Registrava, nesta sexta-feira (4), mais de 111 mil acessos, só perdendo para a decisão sobre o piso nacional dos professores, que tem mais de 245 mil acessos.
    Para o ministro Ayres Britto, atual presidente do STF e relator das duas ações (ADI 4277 e ADPF 132) que discutiam o tema, da mesma forma que a Constituição proíbe a discriminação das pessoas em razão da sua espécie masculina ou feminina, o faz em função da respectiva preferência sexual. O ministro enfatizou, na ocasião, que a liberdade para dispor da própria sexualidade está no rol dos direitos fundamentais do indivíduo.
    A decisão do STF reconhecendo a igualdade de direitos entre os casais heteroafetivos e os parceiros homoafetivos, ressalta o presidente do STF, “confirma que o valor do pluralismo é rechaçante do desvalor do preconceito. Confirma a verdade científica de que a nossa Constituição Federal é humanista e por isso mesmo civilizada. Somos um país juridicamente primeiro-mundista”.
    “Consignado que a nossa Constituição vedou às expressas o preconceito em razão do sexo e intencionalmente nem obrigou nem proibiu o concreto uso da sexualidade humana, o que se tem como resultado dessa conjugada técnica de normação é o reconhecimento de que tal uso faz parte da autonomia de vontade das pessoas naturais, constituindo-se em direito subjetivo ou situação jurídica ativa”, afirmou o ministro em seu voto.

    Audiência pública da Lei Seca tem início nesta segunda-feira (7)

    Audiência pública da Lei Seca tem início nesta segunda-feira (7)Começa na segunda-feira (7) a audiência pública promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para discutir a Lei 11.705/2008, a chamada Lei Seca, que contará com a presença de 30 palestrantes para debater, nos dias 7 e 14 de maio, as implicações entre bebida e direção. Entre os expositores estão representantes de órgãos governamentais e não governamentais, autoridades, especialistas em trânsito e da área médica e jurídica. Deverão ser abordadas questões como o efeito do álcool sobre o motorista, a venda da bebida à beira das rodovias e a avaliação do funcionamento da lei até agora.
    A audiência é uma medida preparatória para o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4103, ajuizada no STF pela Associação Brasileira de Restaurantes e Empresas de Entretenimento (Abrasel) para questionar dispositivos da Lei 11.705/08. O relator da ação, ministro Luiz Fux, será o responsável pela condução dos trabalhos da audiência.
    O evento é aberto ao público e será realizado a partir das 15h, na Sala de Sessões da Primeira Turma, no Anexo II-B do STF, 3º andar. De acordo com regras de cerimonial, a entrada na Sala de Sessões requer o uso de terno e gravata, para homens, e vestidos, tailleurs ou terninhos, para mulheres.
    A audiência pública será transmitida, ao vivo, pela TV Justiça e pela Rádio Justiça. Um telão, localizado na Sala de Sessões da Segunda Turma do STF (Anexo II-B, 4º andar), também irá transmitir as palestras em tempo real.
    Confira abaixo a programação para o primeiro dia da audiência.
    Audiência do dia 7 de maio de 2012
    1) 15h às 15h15
    Abertura – Ministro Luiz Fux
    2) 15h15 às 15h30
    Expositor: Deputado Federal Hugo Leal
    3) 15h30 às 15h45
    UNIÃO – AGU
    Expositor: Ministro Luís Inácio Lucena Adams
    4) 15h45 às 16h
    Associação de Medicina da UFRJ
    Expositor: Dr. José Mauro Braz
    5) 16h às 16h15
    DETRAN – DF
    Expositor: Nelson de Freitas Leite Júnior
    6) 16h15 às 16h30
    Universidade Candido Mendes do Estado do Rio de Janeiro
    Expositora: Tayssa Marins de Oliveira Sato
    7) 16h30 às 16h45
    Organização Nacional Trânsito e Vida - ONTRAN
    Expositor: Celso Luís Ramos
    8) 16h45 às 17h
    Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - IBCCRIM
    Expositor: Rogério Taffarello
    Intervalo de 17h às 17h30
    9) 17h30 às 17h45
    Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - ABRASEL
    Expositor: Percival Maricato
    10) 17h45 às 18h
    ONG Trânsito e Vida
    Expositor: Osmar Borduchi
    11) 18h às 18h15
    Comunidade de Juristas de Língua Portuguesa - CJLP
    Expositor: Dr. Nelson Faria de Oliveira
    12) 18h15 às 18h30
    ONG. Rodas da Paz
    Expositor: Uirá Felipe Lourenço
    13) 18h30 às 18h45
    Expositor: Deputado Federal Carlos Alberto
    14) 18h45 às 19h
    Associação de Parentes, amigos e vitimas de Trânsito.
    Expositor: Fernando Diniz
    15) 19h
    Encerramento do primeiro dia – Ministro Luiz Fux

    A eficiente Gandula!

    Com tamanha eficiência e rapidez, a beldade Fernanda Maia, Gandula do jogo Botafogo e Vasco da Gama, realizado no Engenhão, no último domingo (29), foi fundamental na jogada do primeiro gol do Botafogo, pela decisão da Taça Rio 2012. Fernanda Maia, 23 anos, três como Gandula, devolveu a bola para jogo tão rápido que nem ela e nem o zagueiro do Vasco viram a jogada que levou ao primeiro gol do Botafogo. A bola foi devolvida nas mãos do Maicosuel, que imediatamente bateu o lateral para Márcio Azevedo, que fez o cruzamento na medida para o gol de Loco Abreu.
    Apesar dos comentários maldosos de alguns, a jogada que levou ao gol foi totalmente limpa, além de ter mostrado outros atributos da bela Gandula.
    Que sua rapidez da Fernanda em devolver a bola para jogo sirva de exemplo aos demais Gandulas, mas que tal rapidez seja de forma igual para os dois times!

    sexta-feira, 4 de maio de 2012

    Com liberação da Ferj, gandula musa vai trabalhar na final do Carioca

    Fluminense pede veto da botafoguense, mas recebe negativa, e Fernanda Maia, personagem da decisão da Taça Rio, estará à beira do campo
    Por André CasadoRio de Janeiro
    A gandula Fernanda Maia, que ficou famosa após a rápida reposição de bola que originou primeiro gol do Botafogo sobre o Vasco, na decisão da Taça Rio, vai trabalhar normalmente na primeira partida da final do Carioca, domingo, contra o Fluminense. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) não se opôs à manutenção da garota, mesmo após um pedido de veto do diretor executivo do Tricolor, Rodrigo Caetano, na reunião pré-jogo.
    O estafe do Engenhão, responsável pela definição da escalação, também não a tirará de seu quadro. O receio de criar polêmica não mexerá na estrutura de logística do clássico. Entende-se que Fernanda não deve ser prejudicada pela exposição, uma vez que o lance em questão não se configurou como um erro da parte dela.

    Entenda o caso:
    No lance do primeiro gol na vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, domingo passado, Fernanda passou a bola rapidamente para Maicosuel, que repôs para Márcio Azevedo. O lateral cruzou para Loco Abreu abrir o placar no Engenhão. Desde então, a gandula virou celebridade.
    fernanda maia gândula engenhão botafogo e vasco maicosuel (Foto: Gustavo Rotstein / Globoesporte.com)Fernanda Maia com Maicosuel após a vitória na Taça Rio (Foto: Gustavo Rotstein / Globoesporte.com)
    Fonte:
    http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/campeonato-carioca/noticia/2012/05/ferj-libera-escalacao-e-gandula-vai-trabalhar-na-final-do-carioca.html

    Governo realiza no Hangar o I Fórum de RH na Gestão Pública

    O governo do Estado, por intermédio da Secretaria Especial de Estado de Gestão (Seges) e a Secretaria de Estado de Administração (Sead), em parceria com a seção regional da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), promove, em 25 de maio, no Hangar Centro de Convenções, em Belém, o I Fórum de RH na Gestão Pública. O objetivo do encontro, que tem como tema principal: “Educação e Desenvolvimento contribuindo para a modernidade da Gestão Pública”, é contribuir para a profissionalização da gestão de recursos humanos do Estado.
    Entre os temas a serem descobertos, estão: meritocracia; gestão por competência e educação e desenvolvimento contínuo. Entre os palestrantes está o engenheiro de produção Rogério Leme, que tem MBA em gestão de pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e é autor da “Metodologia do inventário comportamental para mapeamento de competências”. Também dará palestra no fórum a coordenadora-geral de Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, do Distrito Federal, Maria Julia Pantoja. 
    O tema também será palestrado pela atual secretária de Planejamento e Gestão do Estado de Minas Gerais, Renata Vilhena, responsável pelo projeto Choque de Gestão, que tem como objetivo principal “gastar menos com o governo e mais com o cidadão”. Com isto o Governo do Estado do Pará consolida a parceria com o Governo de Minas.
    A ficha de inscrição do servidor e outras informações devem ser adquiridas no setor de RH do respectivo órgão. O Fórum também será aberto aos associados e não associados e estudantes de graduação. Outras informações podem ser obtidas (91) 3246-7800, secretaria@abrh-pa.com.br e pelo site: www.abrh-pa.com.br.
    Fonte:  http://www.sead.pa.gov.br/?q=node/694      

    quinta-feira, 3 de maio de 2012

    PAYSANDU REINICIA LUTA POR UM LUGAR NA SÉRIE B

    Foto: DOL
    Reinicia porque a luta bicolor sempre bate na trave. No próximo dia 27, o Papão estreia na Série C do Campeonato Brasileiro diante do Luverdense de Mato Grosso. Após a desclassificação da Copa do Brasil, entendo que o time precisa passar por uma reformulação para que a tão sonhada subida à serie B se torne uma realidade. Após derrota para o Coritiba, torcida reconheceu empenho do grupo na Copa do Brasil e, no Mangueirão, aplaudiu a equipe, mas exige um time competitivo no campeonato que se aproxima. Alguns jogadores merecem respeito por tudo que fizeram pelo clube mas, em minha opinião, se o Paysandu quer alguma coisa no campeonato brasileiro, não deve mais contar com eles. Dois exemplos: Zé Augusto e Vanderson. O duelo contra o Luverdense será na Curuzu, em Belém do Pará.

    Os vinte(20) participantes da competição foram divididos em dois grupos. O Paysandu está no Grupo A juntamente com Santa Cruz, Guarany-CE, Luverdense, Fortaleza, Águia de Marabá, Cuiabá, Icasa, Rio Branco-AC e Salgueiro. O Grupo B conta com  Madureira, Brasiliense, Santo André, Chapecoense, Vila Nova, Oeste, Caxias, Macaé, Tupi e Duque de Caxias.

    De acordo com o Portal Terra, na primeira fase as equipes se enfrentam em turno e returno dentro dos grupos com os quatro primeiros colocados avançando para a segunda etapa, já disputada no sistema de mata-mata. Os quatro primeiros colocados da Série C garantem vaga na Série B de 2013.

    A esperança por dias melhores para o clube paraense permanece.

    terça-feira, 1 de maio de 2012

    I FEIRA DE INOVAÇÃO PEDAGÓGICA



    Caras e Prezados,
    Estamos comunicando a realização da I Feira da Inovação Pedagógica, que tem como objetivo socializar e discutir experiências significativas que vêm sendo implantadas e implementadas nas Unidades Educativas do Estado do Pará. A FIPE deve se constituir em um evento singular e significativo para o fortalecimento do diálogo entre a Universidade e as Escolas de Educação Básica, para assim sistematizar vivências didáticas e pedagógicas, métodos, estudos e práticas desenvolvidas no interior das organizações educativas.
    O debate sobre a Educação Básica precisa ser consoliddado, sendo necessário a abertura de diferentes espaços de discussão

    Maiores informações pelo blog: http://feiradainovacaopedagogica.blogspot.com.br
    Esperamos seu apoio e participação
    Prof. Dr. Orlando Souza

    (GERU/GESTAMAZON/ICED/UFPA)
    Via FPEC - Fórum Paraense de Educação do Campo

    Concurso Público de Provas e Títulos para o cargo de Professor Doutor nível I - UFOPA e UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA

    Acesse:
    EDITAL 022 Concurso Prof. Dr. em Educa?ão - 2012.pdf
    EDITAL CONCURSO DOCENTE - 2012 - UFOPA.pdf

    Seminário – “ Ativando leis contra o racismo anti negro”

    Data: 10 de Maio às 09:00hs.
    Local: Auditório Agnano de Moura Monteiro Lopes / Fórum Cível Praça
    Felipe Patroni, sem nº, próximo à Prefeitura de Belém
    Palestrante: Dra. Dora Bertúlio, da Universidade Federal do Paraná,
    Mestra em Direito e Relações Raciais.
    Via FPEC - Fórum Paraense de Educação do Campo

    ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO DO CAMPO

    EDITAL Nº 01/2012

    1º PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA PROEXT– IFPA

    1º PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO DO CAMPO, AGRICULTURA FAMILIAR E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA - 2012



    1 - O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ – IFPA-CAMPUS CASTANHAL, torna pública a abertura das inscrições no Processo Seletivo para preenchimento de 50 (cinqüenta) vagas no curso de Especialização e Aperfeiçoamento em Educação do Campo, Agricultura Familiar e Sustentabilidade na Amazônia.



    02 – DAS VAGAS

    2.1 – Será oferecido  um total de 50 (cinqüenta) vagas para o curso de Especialização e Aperfeiçoamento em Educação do Campo, Agricultura Familiar e Sustentabilidade na Amazônia, na modalidade da alternância Pedagógica, no período de um ano, a contar da data de início do referido curso, que será organizado em cinco eixos temáticos: Educação do Campo e Agricultura familiar (60 horas); Trabalho e Sistema de Produção no Campo (90 horas); Organização Movimentos Sociais e Políticas Públicas (80 horas); Desenvolvimento Sustentável e Economia Solidária (80 horas) e Agroecologia e Sustentabilidade na Amazônia (50 horas). Sendo 25 vagas em Nível de Especialização para os candidatos que já possuem o nível superior completo no ato da matrícula e 25 vagas em nível de Aperfeiçoamento para os candidatos que possuem o nível médio completo, ou superior incompleto no ato da matrícula.

    2.2 – As vagas serão destinadas para Educadores(as) das escolas das comunidades atendidas pelo Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio do IFPA Castanhal Turmas: PRONERA (2006 – 2010); PROEJA: Egressos do Saberes da Terra (Turmas 209 – 2011 e 2011 -2013) e Quilombolas turma (2010 – 2012,  conforme listagem de Municípios e Comunidades do item 2.3 deste Edital.

    2.3 - MUNICÍPIOS E COMUNIDADES ATENDIDOS PELO PROCESSO SELETIVO

    MUNICÍPIO
    COMUNIDADES
    Igarapé-miri
    Rio das Flores
    Paraíso
    Rio Baixo Anapú
    Rio Cotijuba
    Ipixuna do Pará
    Nova Vida
    Santo Antônio
    São Pedro da Água Branca
    Santo Antônio
    Mojú
    Assentamento Calmaria II
    Poacê
    Ribeira
    Assentamento KM. 53
    Agrovila
    Tailândia
    Assentamento Calmaria II
    Garrafão do Norte
    Arapuã
    Castanhalzinho
    Concórdia do Pará

    São Sebastião, KM. 10 Jauíra
    Santo Antônio
    N. Senhora do Perpétuo Socorro.
    Igarapé João
    Nossa Senhora das Graças
    Vila do Cravo
    Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
    Castanhalzinho Timboteua
    Vila do Galho
    Campo Verde
    Ipanema
    Igarapé Ipanema
    Ipanema Alto
    São Domingos do Capim
    São Raimundo Nonato
    São João Batista Patrimônio
    São Francisco do Pará
    Canaã
    Ananindeua
    Abacatal
    São Miguel do Guamá
    Santa Rita de Barreira
    Tomé-Açú
    Marupaúba Beira-Rio

    Acará
    Colatina
    AssentamentoSanta Maria I
    Castanhal
    AssentamentoSão João Batista
    Santa Bárbarado Pará
    AssentamentoAbril Vermelho
    Mosqueiro-Belém
    Assentamento Mártires de Abril
    Abaetetuba
    PAE São João Batista
    TOTAL - 16
    38


    3. DAS CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO

    3.1 No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar, obrigatoriamente:

    ·         Documento oficial de identidade e CPF (original e fotocópia);

    ·         Carta de intenção de até 03 páginas, relatando sua experiência de docência e de que forma o curso pode contribuir para a sua atuação profissional e para a escola que trabalha.

    ·         Ficha de Inscrição Preenchida disponível no local de Inscrição ou no site www.castanhal.ifpa.edu.br, informação pelo telefone: 3412 1604 ou 91201849

    3.2. Período de Inscrição: dia 02 a 18 de Maio de 2012.

    Horário: 8:00 h às 11:30 h; e 14:00 h às 17:00 h.

    Local: Na Sede das Secretarias Municipais de Educação dos Municípios listados no Item 2.2 deste Edital ou na Sala da Diretoria de Pesquisa Pós –Graduação e Extensão do Campus Castanhal, Bloco – C. ou pelo Site. WWW.castanhal.ifpa.edu.br

    4. DA ESTRUTURA DE SELEÇÃO

    4.1. A seleção será realizada em 02 (duas) etapa constituída de:

    a)     Entrevista (Valendo até 100 pontos) a ordem dos entrevistados será realizada por sorteio no dia da entrevista.

    b)    Carta de intenção (Valendo até 50 pontos) que será entregue no ato da inscrição.


    5. DA REALIZAÇÃO DA ENTREVISTA

    Data: 23, 24 e 25 de Maio de 2012, a partir das 8:00 h e a ordem das entrevistas será determinada por sorteio.

    Local: Sala da Diretoria de Pesquisa Pós–Graduação e Extensão do Campus Castanhal, Bloco – C, segundo piso.


    6. DA DESCLASSIFICAÇÃO

    6.1 - O não comparecimento do candidato nos dias e horários marcados implicará na sua desclassificação;

    7. DO RESULTADO FINAL

    7.1 – O resultado final será a somatória da pontuação obtida na entrevista com a pontuação obtida na carta de intenção.

    7.2 – Em caso de empate será levado em consideração à maior pontuação obtida na entrevista.

    7.3 – O resultado final do concurso será publicado a partir do dia 28 de Maio de 2012.

    8. DA MATRÍCULA

    8.1– O candidato classificado deverá apresentar no ato da matrícula as cópias e originais dos seguintes documentos: Certificado de conclusão do Ensino Médio ou Diploma de Nível Superior, RG, CPF, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título de Eleitor, comprovante de residência, contracheque

    8.2 – Período da matrícula de 30 de Maio a 01 de Junho de 2012

    8.3. Informação pelo telefone (91) 91201849. 

    __________________________________________

    Francisco Edinaldo Feitosa Araújo

    Diretor Geral do IFPA Campus Castanhal

    Via FPEC - Fórum Paraense de Educação do Campo