Translate

terça-feira, 26 de junho de 2012

RAPIDOLAS DO PROFESSOR JC

Eleição chegando e eleitor na moita. Ninguém fala nada quando a disputa é o voto. Enquanto isso, em Belém, Edmilson do PSOL na frente com folga// Remo apanha de goleada para o simples Vilhena e mostra que realmente não merece representar o Pará na Série D do campeonato brasileiro de futebol. O time é fraco//Junho indo embora e levando os perigosos fogos e a barulheira de algumas festas//O BRT do Duciomar aborrece até quem votou nele. Já ouvi desabafos. Pobre do Anivaldo//Parece que haverá mesmo o julgamento do Mensalão. Gostaria tanto de ver uns caras presos. Mas estamos no Brasil//Lula apertando a mão de Maluf. Cruz, credo! Coisa feia//Boa pedida? Prenda Minha, Bar e Restaurante na Frutuoso Guimarães em nossa querida Belém. Tem um pastel de carne no capricho//Fernando Carneiro do Psol na luta. A eleição está logo ali//Não estude em Instituições de Ensino Superior não resgistradas no MEC. Acesse: emec.mec.gov.br Se nada encontrar sobre essa ou àquela instituição, fuja! É golpe//Você que é gestor escolar, cuide bem de sua escola, inciando pela garantia da acessibilidade. Uma rampa aqui, outra ali. Vá melhorando. A inclusão agradece//Férias, estou precisando. A máquina começa a enferrujar e...//Alguém falou que  o golpe pode chegar no Brasil. Bobagem. Dilma já é mais popular que Lula. Aqui não há espaço para essas coisas, não. O ex do Paraguay, pode até ter sido injustiçado, mas estava enfraquecido. Dilma está mais forte do que nunca//Que Deus abençoe quem é sério neste país. E converta quem só pensa em sí e não está nem ai para o povo e para a ética//E você que leu até aqui, abração, hein?

sábado, 23 de junho de 2012

Mais de 7,5 milhões de eleitores serão identificados pela biometria nas Eleições 2012


Fique sabendo.

Balanço preliminar divulgado pela coordenação do projeto de identificação biométrica do eleitor, desenvolvido pela Justiça Eleitoral, revela que mais de 7,5 milhões de eleitores brasileiros já poderão ser identificados por meio das impressões digitais no momento da votação nas eleições municipais de outubro. Este número, no entanto, ainda pode ser alterado até o final do processamento e auditoria do cadastro de eleitores no próximo mês de julho.

Até o momento, o recadastramento biométrico já foi realizado em 295 municípios de 24 Estados. Apenas os Estados do Amazonas e de Roraima e o Distrito Federal ainda não iniciaram a revisão eleitoral para uso da biometria.

O recadastramento biométrico foi realizado de forma pioneira, com foco nas eleições municipais de 2008, em três cidades brasileiras: Colorado do Oeste-RO, Fátima do Sul-MS e São João Batista-SC. Na ocasião, foram recadastrados mais de 40,7 mil eleitores dessas localidades.

Devido ao sucesso da revisão biométrica nas três cidades, a Justiça Eleitoral decidiu dar continuidade, em 2010, ao projeto de identificação biométrica do eleitor em outros 57 municípios. Dessa forma, nas eleições gerais daquele ano 1,1 milhão de eleitores de 60 municípios de 23 Estados votaram após serem identificados pela tecnologia da biometria.

A segunda etapa do recadastramento biométrico foi iniciada em 2011 e concluída em abril deste ano. Nesta etapa foram convocados a participar da revisão eleitoral pouco mais de 7 milhões de eleitores de 235 novos municípios de diversos Estados, sendo que o recadastramento foi realizado em todas as cidades de Alagoas e de Sergipe e nas capitais Curitiba-PR, Porto Velho-RO e Goiânia-GO.

A expectativa do TSE é que até 2018 todos os eleitores brasileiros possam votar após serem identificados pelas impressões digitais.

Biometria
A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível.

A medida torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.
Acesse aqui a relação dos municípios que já concluíram o recadastramento biométrico.

Mais informações sobre a identificação biométrica do eleitor e o sistema eletrônico de votação podem ser obtidas no site Biometria e Urna Eletrônica.
LC
Fonte: Agência de Notícias da Justiça Eleitoral

Gestores públicos com contas julgadas irregulares pelo TCU

Em cumprimento ao disposto no art. 11, § 5º, da Lei nº 9.504/1997, o Tribunal de Contas da União (TCU) envia à Justiça Eleitoral a relação de gestores públicos, ocupantes de cargos ou funções, que tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível do órgão competente, ressalvados os casos em que a questão estiver sendo submetida à apreciação do Poder Judiciário, ou que haja sentença judicial favorável ao interessado.
Segundo a Lei de Inelegibilidades (Lei Complementar nº 64/1990), quem tiver as contas rejeitadas não pode se candidatar a cargo eletivo nas eleições que se realizarem nos oito anos seguintes, contados a partir da data da decisão. O interessado pode concorrer apenas se essa decisão tiver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.
Impugnações
Candidatos, partidos políticos ou coligações podem utilizar as informações contidas na lista do TCU para impugnar o pedido de registro de candidatura de possíveis concorrentes no prazo de cinco dias, contados da publicação do edital do pedido de registro. A impugnação deve ser feita com base em petição fundamentada.
Lista
A lista foi concebida em formatos distintos, em ordem alfabética e por unidade federativa, e será atualizada periodicamente até as eleições de 2012.
Consulte a lista em ordem alfabética:
Confira a lista por unidade federativa:

terça-feira, 19 de junho de 2012

VOTEI CINCO VEZES EM LULA

Isso mesmo. Votei em Lula nas vezes em que ele perdeu e também quando venceu. Quanta admiração pelo maior líder sindical do planeta. Mas o PT anda estranho...e Lula também. O aperto de mão com Maluf foi demais. Cada vez mais fica caracterizado que, para muitos petistas, principalmente para Lula, vale tudo quando se almeja o poder. Nada justifica essa aliança, nem mesmo fazer de Haddad o prefeito de São Paulo. Erundina fez bem em cair fora da chapa. Ela é melhor que Lula. E eu, no passado, bati em tantas portas atrás de votos para o PT, acreditando ser um partido verdadeiramente ético e contrário aos acusados de corrupção. Nunca imaginei tal cena.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

EDMILSON SERÁ NOVAMENTE O PREFEITO DE BELÉM?

De acordo com última pesquisa, o deputado Edmilson Rodrigues continua bem na frente na luta pela prefeitura de Belém. O candidato do PSOL tem o dobro de Priante do PMDB, que está em segundo lugar. Atrás estão Zenaldo(PSDB), Jordy(PPS) e Alfredo(PT). A pergunta é se Rodrigues terá fôlego no segundo turno.
Candidatos a vereador também começam a se organizar. Na próxima sexta(15/06), Fernando Carneiro do PSOL conversa com amigos sobre sua campanha.

Governo lança Catálogo Nacional de Cursos Técnicos com novos nomes

Ministério da Educação quer padronizar nomenclaturas.
No Pará são mais de 800 vagas em cursos profissionalizantes
.
O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta sexta-feira (8) a nova versão do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Na edição, foram incluídos novos 35 cursos recém-criados e outros nove tiveram a nomemclatura alterada. A partir de agora, o país conta com 220 cursos profissionalizantes, segundo o Catálogo. No Pará, mais de 800 vagas são ofertadas por instituições públicas todos os anos.
Segundo o Censo da Educação 2011, mais de 669 mil pessoas se matricularam em cursos técnicos no Brasil em 2011. No Pará, a cada ano, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPA) oferta cerca de 770 vagas em diversos cursos na capital e no interior. Já a Universidade Federal do Pará (UFPA) oferta cerca de 170 vagas em cursos técnicos na área de música e artes em geral.
O MEC orienta os estudantes que já são alunos de cursos técnicos que observem a nomenclatura de suas formações e cobrem de suas instituições a adequação à denominação adotada nacionalmente.
Catálogo de Cursos TécnicosO catálogo, que contém informações como perfil e competência de cada área profissional, serve de apoio ao estudante na hora da escolha do curso técnico ideal. Ele confere grande visibilidade a esses cursos e auxilia na escolha vocacional por parte dos alunos. O catálogo pode ainda inspirar escolas em novas ofertas.

CATÁLOGO NACIONAL DE CURSOS TÉCNICOS

Perguntas Frequentes

O QUE É UM CURSO TÉCNICO?

É um curso de nível médio que objetiva capacitar o aluno com conhecimentos teóricos e práticos nas diversas atividades do setor produtivo. Acesso imediato ao mercado de trabalho é um dos propósitos dos que buscam este curso, além da perspectiva de requalificação ou mesmo reinserção no setor produtivo. Este curso é aberto a candidatos que tenham concluído o ensino fundamental e para a obtenção do diploma de técnico é necessária a conclusão do ensino médio.

COMO SE DÁ A ARTICULAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS COM O ENSINO MÉDIO?

De três formas: integrada, concomitante ou subsequente. Na forma integrada, o aluno, com uma única matrícula, frequenta curso cujo currículo foi planejado reunindo os conhecimentos do ensino médio às competências da educação profissional. Na forma concomitante, ocorre uma complementaridade entre o curso técnico e o ensino médio. Nesta modalidade o aluno tem duas matrículas. Na forma subsequente, o aluno, ao se matricular no curso técnico, já concluiu o ensino médio.

EXISTE ESPECIALIZAÇÃO PARA TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO?

Sim. São ofertas especializadas em alguma subárea da formação do curso técnico. São exemplos: especialização pós-técnica em Enfermagem Gerontológica ou em Enfermagem do Trabalho, ambas especializações do técnico em Enfermagem.

ANTES DA CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO, POSSO OBTER CERTIFICADOS?

Sim. São possíveis saídas intermediárias que correspondem à conclusão de módulos, etapas de cursos técnicos, no entanto a existência de saídas intermediárias com certificação é uma prerrogativa da escola ao definir o currículo do curso. Por exemplo, no curso técnico em Redes de Computadores, usualmente encontramos a saída intermediária de Cabeamento de Redes.

O QUE É O CATÁLOGO NACIONAL DE CURSOS TÉCNICOS?

Instrumento cuja proposta é disciplinar a oferta de cursos técnicos, no tocante às denominações por eles empregadas. O Catálogo confere, também, grande visibilidade a esses cursos, bem como auxilia na escolha vocacional por parte dos alunos e pode ainda inspirar escolas em novas ofertas educativas.

QUAIS INFORMAÇÕES ESTÃO DISPONÍVEIS NO CATÁLOGO?

Para cada curso técnico constante do Catálogo foram destacadas importantes informações, tais como: atividades principais desempenhadas por esse profissional, destaques em sua formação técnica, possibilidades de locais de atuação, infraestrutura recomendada e carga horária mínima.

O NOME DE MEU CURSO NÃO ESTÁ NO CATÁLOGO, ENTRETANTO O CURRÍCULO DE MEU CURSO É MUITO PRÓXIMO DE UM DOS DESCRITIVOS NO CATÁLOGO. O QUE FAZER?

Neste caso, deve ser procedida a adequação da denominação de seu curso para a denominação adotada nacionalmente. A instituição de ensino deve providenciar a adequação da nomenclatura e comunicar aos órgãos competentes do sistema de ensino para vigência para as novas turmas. Ressalte-se que é possível, também, a adoção da nova nomenclatura para as turmas em andamento após consulta documentada à respectiva comunidade escolar.

COMO SERÁ A ATUALIZAÇÃO DO CATÁLOGO?

Anualmente, nos meses de agosto e setembro, o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos receberá sugestões de inclusão, exclusão e alteração.

O QUE É TABELA DE CONVERGÊNCIA?

É uma lista que consta do anexo deste Catálogo com a relação entre as denominações de cursos técnicos atualmente em uso e aquelas constantes do Catálogo.

A DENOMINAÇÃO DE MEU CURSO NÃO ESTÁ NO CATÁLOGO E NÃO EXISTE CORRESPONDÊNCIA ENTRE O MEU CURSO E OS DESCRITIVOS PRESENTES NELE. O QUE FAZER?

A normativa legal que ampara o Catálogo recomenda a adoção das nomenclaturas nacionais nele presentes.
Em casos nos quais não exista semelhança entre o curso em andamento e as denominações do Catálogo, recomenda-se considerar, inicialmente, a pertinência dessa formação como curso técnico, observando se não seria o caso da sua oferta como graduação, especialização ou qualificação técnica, por exemplo.
Após essa reflexão, caso seja mantida a decisão pela oferta desse curso com denominação e perfil destoantes do Catálogo, deve ser procedida consulta ao órgão competente do sistema de ensino, que opinará sobre a sua manutenção como curso experimental, pelo prazo máximo de 3 anos. Após esse prazo, caso a denominação do curso não tenha sido incluída no Catálogo, a oferta dele deverá ser suspensa.

O QUE É CURSO EXPERIMENTAL?

É um curso com denominação e currículo inovadores não previsto no Catálogo. A legislação que ampara o Catálogo prevê a oferta de cursos experimentais, desde que reflitam e respondam com pioneirismo e pertinência estímulos advindos das inovações científicas e tecnológicas ou de demandas regionais específicas. Entendemos que a oferta como currículo experimental enriquece a análise sobre a pertinência de sua inclusão no Catálogo.

Fonte: http://catalogonct.mec.gov.br/perguntas_frequentes.php

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Sua Saúde

Mito da Caverna por Maurício de Souza

Vamos Cuidar do Meio Ambiente

Mini história da educação no Brasil



É ISSO MESMO???

Data do mensalão no STF é vitória de Ayres Britto

Data do mensalão no STF é vitória de Ayres Britto
Foto: Carlos Humberto/SCO/STF

Novo presidente do Supremo Tribunal Federal sofreu resistência dos ministros da Corte para conseguir agendar o processo e emplacar seu atual formato, com cronograma apertado; expectativa é que seja concluído em até dois meses

247 – O agendamento para 1º de agosto do início do julgamento do mensalão pode ser considerado uma vitória particular para o novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto. O ministro lutou, de diversas formas, para que fosse marcado e julgado o processo o quanto antes, mesmo diante de certa resistência dos colegas do Supremo, que questionaram sobre privilégios para o mensalão que não eram aplicados em outros processos. Inclusive o relator revisor do caso, ministro Ricardo Lewandowski, recusou a oferta de Ayres Brito de ter a ajuda de três juízes para concluir o voto revisor, prometido agora para ser entregue até o fim deste mês.
Entre outras estratégias usadas por Ayres Britto, houve a tentativa de cancelar o recesso de julho da Corte, ideia que não agradou a maioria dos outros ministros, que alegaram já ter viagens marcadas no período. A solução foi, portanto, iniciar o processo após as férias e ignorar a pressão de alguns referente à possibilidade de as eleições municipais atrapalharem o julgamento. A ministra que acaba de deixar o STF e assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, Carmen Lúcia, declarou que não via impedimento em se julgar o mensalão durante o processo eleitoral. Em entrevista à Folha de S.Paulo no final de abril, ela afirmou que o mensalão tem de ser julgado "na hora em que estiver aprontado para ser julgado [...] quanto antes melhor. Não tendo em vista, como marco, eleições. Mas nem para incluir, nem para excluir".
Separar um mês na agenda da Corte para julgar o processo todos os dias da semana foi outra proposta de Ayres Britto que sofreu resistência. Na última quarta 7, foi decidido pelos ministros, por unanimidade, que o processo terá sessões de segunda a sexta-feira, porém apenas numa primeira etapa (até o dia 14 de agosto). Nessa fase, serão apresentados o relatório resumindo o caso, as alegações do Ministério Público e as alegações dos advogados dos 38 reús. As sessões começarão às 14h e irão até às 19h. Na segunda fase, que terá os votos dos ministros, as sessões ocorrerão apenas nas tardes das segundas, quartas e quintas, que começarão às 14h e não têm horário de encerramento. Não há previsão para a data exata do fim do julgamento, mas a expectativa é que, neste formato, leve dois meses para ser concluído.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Nosso almoço no feriado de Corpus Christi

Galinha Caipira, prato preferido de minha saudosa mãe Alzira. Preparei este prato para nosso almoço neste feriado. Quero dividir esta iguaria com vocês.

Ingredientes:
- uma galinha caipira
- três dentes de alho
- um tomate grande
- duas colheres de polpa de tomate de sua preferência
- meio pimentão verde
- coentro e cebolinha
- seis batatas médias
- sal a gosto
- pimenta e cuminho a gosto
- um limão para lavar o frango
- um limão para a marinada

Modo de preparar
- cortar a galinha pelas juntas
- lavar bem com o limão
- fazer a marinada com alho, sal, limão, pimenta do reino e cuminho e juntar a galinha a estes temperos(marinada) durante trinta minutos.
- em uma panela já quente, colocar a galinha para refogar( sem óleo pois galinha caipira já é bastante gorda).
- depois de refogado, colocar a cebola cortada miúda e continuar refogando.
- em seguida o pimentão e continuar o refogado.
- por último, duas colheres de polpa de tomate.
- em seguida a água fervente, tampar a panela e deixar cozinha por uma hora e meia. Caso haja pressa, pode cozinhar em panela de pressão por vinte minutos.
- após a galinha já estar cozida, colocar a batata cortada em pedaços grandes até cozinhar.
- Depois, apagar o fogo, por o coentro e a cebolinnha e, se preferir, regue com um fio de azeite extra-virgem.
- acompanha arroz branco, farinha d´água e, para quem gosta, molho de pimenta de cheiro.
Lembrando que não é uma galinha guisada, mas sim, cozida, ou seja, com bastante água para fazer o caldo.
Bom apetite!
O nosso almoço estava um delícia. Huuummmm.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

domingo, 3 de junho de 2012

FUTEBOLZINHO

Com fraca atuação, seleção brasileira perdeu para o selicionado mexicano em jogo sem grandes emoções. Aos poucos fica comprovado que o endeusado Neymar atua com brilhantismo apenas no Santos e, creio, jamais será o melhor jogador do mundo. Quando o conjunto não produz, o torcedor fica à espera daquele que, individualmente, atua e desequilibra. O Brasil não tem esse jogador. Hoje no time brasileiro, Oscar, do Internacional, é a grande promessa. Por enqaunto, só promessa. Enquanto isso, Mano e Hulk, tudo a ver. E, em um concurso de dança, talvez os amarelinhos tivessem um desempenho melhor. Vem aí a Argentina.