Translate

segunda-feira, 30 de julho de 2012

EXISTIU O MENSALÃO? O STF DECIDIRÁ

MENSALÃO.
JULGAMENTO INICIA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA. UNS DIZEM QUE HOUVE, OUTROS QUE NÃO. HÁ 38 RÉUS, GRANDES ADVOGADOS NA PARADA, ÓTIMOS HONORÁRIOS, UM BAITA DUELO DE ARGUMENTOS E UMA COBERTURA MACIÇA DAS IMPRENSAS BRASILEIRA E INTERNACIONAL. 11 OU 09 JUÍZES? LOGO O JUIZ PELUSO COMPLETARÁ 70 ANOS E TERÁ, PELA LEI, QUE SE APOSENTAR. O JOVEM JUIZ TOFOLLI ESTÁ, DIGAMOS, BASTANTE COMPROMETIDO COM RÉUS POIS, COMO ADVOGADO, PRESTOU SERVIÇO PARA ELES, INCLUSIVE PARA JOSÉ DIRCEU, O PRINCIPAL RÉU NESTA SESSÃO. NÃO SEI QUAL SERÁ O RESULTADO. MAS, COMO CIDADÃO, QUE SE CONSIDERA POLITIZADO E PREOCUPADO COM OS RUMOS DO BRASIL, ESTAREI LIGADO ATÉ O ÚLTIMO MOMENTO DESSE QUE JÁ ESTÁ SENDO CONSIDERADO O MAIS IMPORTANTE JULGAMENTO DA HISTÓRIA DO STF, O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. MAS, É CLARO, HÁ OUTRAS ATRAÇÕES: AS PESQUISAS ELEITORIAIS EM NOSSOS MUNICÍPIOS, AS GREVES NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS, A NOSSA PRECIOSA VIDA FAMILIAR, NOSSOS TIMES NO BRASILEIRÃO E MUITO MAIS. MAS O JULGAMENTO DO DENOMINADO MENSALÃO NÃO DEVE SER INTERESSE SOMENTE DE ALGUNS NESTE PAÍS.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Por causa da greve, ano letivo nas universidades deve avançar até o início de 2013

A greve dos professores das universidades federais já dura 72 dias e aumenta a probabilidade de que o calendário letivo de 2012 tenha que ser estendido até o início de 2013. Na maioria das 57 instituições, a paralisação teve início antes do encerramento do primeiro semestre. Com isso, quando a greve terminar, será necessário concluir as atividades para só então dar início ao segundo semestre de 2012.
O reitor da Universidade de Brasília (UnB), José Geraldo, explica que, quando a greve for encerrada, o calendário deverá ser reorganizado. “O semestre letivo não coincide com o ano fiscal. É provável que a gente entre [com as atividades letivas] em 2013 com a reposição. Mas já vivemos experiências de outras greves em que foi possível organizar isso de modo qualificado”, disse.
A Agência Brasil entrevistou reitores de insituições das cinco regiões do país. Eles descartam a possibilidade de cancelar o semestre e apostam na reposição. Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), os professores encerraram as atividades antes da paralisação, mas o semestre não foi oficialmente finalizado porque a maioria não lançou as notas no sistema. Como as aulas foram concluídas, o reitor Carlos Alexandre Netto acha que não será necessário comprometer as férias de janeiro com a reposição – isso se a greve não se prolongar por muito tempo.
Além dos professores, os técnicos administrativos das universidades federais estão em greve desde 11 de junho. Em algumas universidades, a paralisação dos servidores também atrapalha o calendário, já que serviços como o lançamento de notas e matrículas podem ficar comprometidos. O governo espera resolver a situação com os professores para depois iniciar a negociação com os técnicos.
“Assim que os professores retornarem, nós vamos tentar corrigir o calendário. Mas, se não for resolvida a questão dos técnicos, nós não temos como começar o semestre seguinte. Nossa expectativa é que haja logo uma negociação também com essa categoria”, disse o reitor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Targino de Araújo Filho.
Até segunda-feira (30), professores se reunirão em assembleias para deliberar sobre o fim da greve. Ontem (26), docentes de pelo menos 12 universidades federais já rejeitaram a proposta apresentada pelo governo na terça-feira (24) e mantiveram a paralisação. São elas as universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), de Santa Maria (UFSM), de Pernambuco (UFPE), Rural de Pernambuco (UFRPE), do Espírito Santo (Ufes), de Uberlândia (UFU), de Brasília (UnB), da Paraíba (UFPB), da Bahia (UFBA), de Goiás (UFG), de Pelotas (UFPel) e Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), os docentes aceitaram a proposta do governo, mas o fim da paralisação ainda depende da aprovação em um plebiscito.
* Edição: Juliana Andrade
** Publicado originalmente no site da Agência Brasil.
(Agência Brasil)

Força-tarefa para combater fraudes no seguro-desemprego

Por Gerson Camarotti
O governo decidiu montar uma força-tarefa para combater fraudes na concessão do seguro desemprego. A expectativa é que, só neste ano, o valor pago pelo governo para trabalhadores desempregados chegue a R$ 28 bilhões.
Para evitar fraudes, será desenvolvida uma campanha duas frentes: uma na fiscalização e outra na comunicação. Para o ministro do Trabalho, Brizola Neto, a grande rotatividade em alguns setores tem estimulado fraudes na concessão do seguro.
No setor da construção civil, por exemplo, de cada 100 trabalhadores, 93 não completam um ano com carteira assinada. Isso estimula muito a solicitação do seguro desemprego por parte dos trabalhadores. Também há grande rotatividade no setor bancário.
O Ministério do Trabalho vai fiscalizar casos em que trabalhadores continuam recebendo o seguro, mesmo depois que conseguem um novo emprego.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

VOCÊ VOTARIA NELES?

O Dedão, Dudu do Skate, Cachorrão Lutador, Gravatinha, Carlos Fusquinha e Loura do Mototaxi, são apenas algumas das tantas pessoas que pedirão nosso voto, sonhando com uma vaga na Câmara Municipal de Belém, na eleição que se aproxima. Aos poucos vou procurar saber mais sobre tais candidatos, a que partidos pertencem e quais suas propostas para Belém, caso existam tais propostas. Meu candidato a vereador virá com seu nome e não com apelido.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

SABOR DA FRUTA

Sabor da Fruta é um espaço para você comer, beber e bater um papo bem gostoso no bairro de Batista Campos. Lá você encontra sucos e vitaminas, matinais, doces e salgados, tapioquinha e refeições. Quem lhe receberá com muito carinho são as amigas Suani e Renata, que já estão com o Sabor da Fruta há um ano e meio.

Em uma esquina fica o Colégio José Veríssimo, na outra a Sorveteria Cairu, na outra ponta o supermercado Y. Yamada e formando o quadrado, o Sabor da Fruta bem no cruzamento da Conselheiro Furtado com a Presidente Pernambuco. Chegue e confira.

É lá que eu sempre tomo minha abacatada com leite e algumas gotinhas de adoçante. Delícia! 
Horário de funcionamento: 7h30/18h30 (sáb. até 12h; fecha dom.)

quarta-feira, 11 de julho de 2012

DEMÓSTENES EM 2030

Acompanhei pela TV Senado os momentos em que Demóstenes Torres fez sua defesa, procurando evitar a cassação. Considerei um discurso fantástico, pois brilhante foi sua oratória. Advogado é "bicho" danado. Mas não deu. No painel o número 56 sacramentou o final de seu mandato. Outros(as) 19 queriam que ele permanecesse e 05 ficaram na base da abstenção. Tirando seu próprio voto e juntando os NÃO com as abstenções, certamente se aproveitando do voto ainda secreto, 18 senadores(as) por sei lá quais motivos, ficaram ao lado dele. Agora o ex-senador só poderá concorrer em 2030. A CPI investigando o Sr. Carlos Cachoeira continua. Alguém mais sofrerá punição? uma incógnita. Por enquanto, de cabeça inchada, só mesmo o ex-senador Demóstenes. Um consolo para ele: o Collor voltou. Demóstenes finalizou afirmando ser um bode expiatório, apenas para não ficar feia a imagem do senado. Chegou a pedir por favor que fosse mantido e julgado pelo poder judiciário e pelo eleitorado de Goiás. A maioria não quis. Fica para 2030.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Ex-líder do PT, Maurício Rands renuncia ao mandato de deputado

Maurício Rands (Foto: Katherine Coutinho/G1)
Maurício Rands (Foto: Katherine Coutinho/G1)

Líder do PT na Câmara no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado Maurício Rands (PE) renunciou nesta sexta-feira (6) ao mandato de deputado federal. A carta de renúncia foi entregue à Secretaria-Geral da Casa e lida em plenário. A vaga de deputado titular ficará com o suplente, Zacarias Vilharba (PRB-PE).
Nesta quinta (5), Rands entregou à direção do PT uma carta na qual anuncia sua desfiliação ao partido. No documento, ele também informou que deixaria o mandato de deputado. Se ele continuasse no cargo, o PT poderia reivindicar a cadeira na Câmara alegando infidelidade partidária.
Na carta de desfiliação, Rands fez críticas à legenda e alegou que tomou a decisão depois que a direção nacional do partido determinou a retirada da candidatura dele e a do prefeito João da Costa à Prefeitura do Recife, anulando as prévias na cidade.

“Depois da decisão da direção nacional do PT, impondo autoritariamente a retirada à minha candidatura e à do atual prefeito, recolhi-me à reflexão. Concluí que esgotei por inteiro minha motivação e a razão para continuar lutando por uma renovação no PT”, comentou na carta.
Rands informou que, após a confusão nas prévias do partido, as divergências de métodos e práticas ficaram mais claras e insuperáveis. Ele critica a atitude “autoritária” da direção nacional do PT. “Na luta pela renovação do partido, no Recife e em outros lugares, infelizmente, têm prevalecido posições da direção nacional, adotadas autoritária e burocraticamente, distantes da realidade dos militantes na base partidária”, explicou no documento.
O deputado disse que a falta de diálogo com a militância no Recife e a ruptura provocada após a decisão da direção nacional provocaram a saída dele da vida de militante partidário. “Ignoraram que existiam alternativas, procedimentais e de quadros, dentro do partido, que unificariam a frente em torno de uma candidatura do PT”, comenta.
Por fim, o deputado fez elogios a Geraldo Júlio, do PSB, e anunciou que vai apoiar o candidato da Frente Popular para prefeito do Recife. “Trabalhei diretamente com Geraldo Júlio e sou testemunha de como ele foi central para o sucesso do governo Eduardo Campos. Acredito que Geraldo Júlio é o quadro mais preparado para atualizar e aperfeiçoar a gestão municipal do Recife”, explicou no texto. Rands ainda declara: “Saio da vida pública e da política partidária para exercer ainda mais plenamente a cidadania”.

PARA SABER MAIS SOBRE A SAÍDA DE MAIS UM DO PARTIDO DOS TRABALHADORES acesse:

57º Círio de Benevides

Por Alan de Jesus
A comunidade católica do município de Benevides se prepara para realizar o seu 57º Círio de Nossa Senhora do Carmo. A festa este ano tem como tema: “Es ai a tua mãe”, e busca refletir sobre o papel evangelizador da mãe de Deus. A procissão acontece no domingo, 8, com saída da Capela de São Sebastião, às 8 horas, encerrando na Igreja Matriz, com missa, por volta das 11 horas. A tarde a programação conta com confissão, às 17 horas, e missa, às 19h30. A festa da padroeira encerra no dia 17 com missa, às 18 horas.

Amanhã, 6, acontece a missa e descida da imagem, às 19 horas, seguida de procissão em direção ao Convento das Carmelitas. No sábado, 7, os católicos realizarão a trasladação da imagem do Convento para a Igreja Matriz, às 18 horas, encerrando com missa, às 19h30. Após, os fiéis realizarão outra transladação em direção a Capela de São Sebastião, local onde sairá o Círio. Na chegada haverá missa, às 19h30.

Durante a programação litúrgica a Igreja conta com missa para os idosos, na terça-feira, 10, às 9 horas; missa para os enfermos, na quinta-feira, 12, às 9 horas; Círio das Crianças, na segunda-feira, 16, às 8h30, com saída do Convento das Carmelitas; missa seguida de procissão luminosa, na segunda-feira, 16, às 19h30, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa; e missa de subida da imagem, na terça-feira, 17, às 18 horas.

Já a programação cultural reúne atrações como shows da banda Anjos de Shalon (Marituba), no domingo, 8; do cantor Denílson e Banda, no dia 10; da dupla Alípio e Anderson, no dia 11; da banda Oásis, no dia 12; da cantora Tainá, na sexta-feira, 13; do cantor Lailson, no dia 14; e no dia 15 haverá apresentação do cantor Douglas e Banda.


MEC indica reitor temporário para Instituto Federal do Pará

O Ministério da Educação designou um reitor pro tempore para o Instituto Federal do Pará (IFPA). A partir desta quinta-feira, 5, o professor Élio de Almeida Cordeiro assume a direção. Serão afastados todos os envolvidos em irregularidades na instituição, pelo menos enquanto durar o processo.

Uma ação conjunta da Controladoria Geral da União (CGU), Polícia Federal e Ministério Público Federal resultou, na última quinta-feira, 28, na prisão do reitor do IFPA, Edson Ary de Oliveira Fontes, e outros três acusados por desvio de recursos públicos. Por força de um habeas corpus, concedido nesta terça-feira, 3, o reitor responde o processo em liberdade. Outras nove pessoas foram denunciadas. O MEC já havia iniciado sindicância investigativa para apuração de supostas irregularidades apresentadas por meio de denúncias.
A investigação do MPF identificou diversas fraudes em licitações, desvios de recursos e repasses irregulares de verbas da União. Durante a auditoria, testemunhos e provas surgiram, indicando o desvio de recursos públicos.
O Ministério da Educação criou uma comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que resultou no pedido de afastamento preventivo de 13 servidores do IFPA, entre eles, o reitor e seu substituto.
Assessoria de Comunicação Social
Saiba mais sobre o MEC acessando:

Antioxidantes: seguro para a velhice

Os antioxidantes são substâncias capazes de neutralizar os radicais livres e proteger o organismo dos processos de oxidação que estão sempre a acontecer no nosso corpo. Podem ser encontrados em muitos alimentos e contribuir assim para uma maior qualidade de vida e a prevenção de várias doenças.
Deixo-lhe alguns exemplos.

Abóbora: Vitamina C, caretenóides, fibra
É uma boa ajudante no combate ao envelhecimento. Os caretenóides que contém têm propriedades anticancerígenas e protegem o coração, os olhos e a pele.

Alho: Vitamina B6, vitamina C, cálcio, enxofre, s-alisteína
Quando é esmagado, o alho liberta um composto de enxofre- a alicina- que ajuda à regulação do colesterol, dos níveis de triglicéridos e à formação de novas células. Também é um poderoso auxiliar no reforço do sistema imunitário.

Beterraba: Ferro, magnésio, potássio, sílica, betacianina, fibra
A betacianina, que lhe dá a cor vermelha, é um poderoso antioxidante. Aumenta as defesas do organismo, ajuda a baixar os níveis de colesterol e a sílica que contém mantém saudáveis a pele, o cabelo, as unhas, os ligamentos, os tendões e os ossos.
Para saber mais, acesse ótimo blog:

 

MARAVILHAS DA HORTELÃ

A hortelã é considerada uma planta medicinal, por possuir propriedades digestivas, aromáticas, analgésicas, antibacterianas e sedativas. Apresenta um sabor agradável, refrescante, com ótimo aroma e grande valor terapêutico. É muito utilizada no mundo inteiro contra problemas de digestão, gastrointestinais, insônia, mau hálito e náuseas.

Apresenta na sua composição vitaminas A, B e C, cálcio, fósforo, ferro e potássio. O seu óleo essencial é composto principalmente por mentol (cerca de 50%) e é responsável pelo odor refrescante da planta, encontrado principalmente nas folhas mais velhas.

A hortelã é vendida geralmente fresca Na hora de comprar a hortelã é preciso estar atento para escolher as folhas com cores mais vivas, evitando as murchas e manchadas. Quando for comprar a folha já seca, prefira aquelas guardadas em embalagens ou vidros escuros.
Na culinária está presente tanto em pratos doces
como salgado,s em preparações como: chás, sumos, sopas, saladas, molhos geleias e acompanhamentos.
Provavelmente a utilização mais conhecida da hortelã é em forma de chá, devido ao seu poder calmante e sabor agradável. O maior consumo do chá é principalmente após as refeições, por ser considerado um excelente digestivo e benéfico para quem sofre de dores no estômago.
A fonte é o BLOG da Ana Ribeiro. Não deixe de acessar:

Turistas alemães são os que mais fazem naturismo nas férias

Uma pesquisa da empresa de turismo Expedia com 8.599 adultos em 21 países mostrou que os alemães são os mais desinibidos nas férias: 15% deles admitiram ter praticado o naturismo nas últimas férias. No último lugar da lista dos que tomam banho de sol como vieram ao mundo ficaram os japoneses. E os brasileiros?

O ranking:
Alemães - 15%
Indianos - 8%
Espanhóis - 8%
Suecos - 6%
Dinamarqueses - 6%
Mexicanos - 6%
Holandeses - 6%
Brasileiros - 5%
Franceses - 5%
Italianos - 5%
Australianos - 5%
Canadenses - 5%
Cingapurianos - 5%
Irlandeses - 4%
Sul-coreanos - 4%
Noruegueses - 3%
Argentinos - 2%
Neozelandeses - 2%
Americanos - 2%
Britânicos - 2%
Japoneses - 1%