Translate

segunda-feira, 30 de abril de 2012

RAPIDOLAS DO PROFESSOR JC

Li em um jornal da terra sobre o resultado de pesquisa que aponta Edmilson do PSOL e Priante do PMDB duelando em um segundo turno para a Prefeitura de Belém na próxima eleição./// Pode ser, mas também pode o Jordy do PPS crescer e ir para o turno seguinte ou o candidato do PSOL disparar e nem ter segundo turno. Mas aí teria que crescer a possibilidade do voto útil. A segunda possibilidade é remota./// Remo louco para ganhar o campeonato paraense de futebol e se garantir na série D do Brasileirão em 2013. Papão ainda sonha em passar pelo Coritiba e ir em frente na Copa do Brasil. Gozação aos montes no facebook. É brincadeira saudável. Faz bem.///Presidente Dilma em alta. Há quem jure de pés juntos que seu maior adversário nem é a oposição, mas o ex-presidente Lula, com saudades da cadeira em Brasília.///Em São paulo, Lula pretende com seu carisma e força política fazer seu candidato a prefeito naquela capital. Mas o ex-ministro da educação não vai bem das pernas. Porém Lula é Lula e o quadro pode mudar. Aqui nem com ajuda de Lula o PT chega no segundo turno.///Se você chegar no aeroproto de Belém e o avião que você está esperando não estiver no painel como CONFIRMADO, PREVISTO ou CANCELADO e lhe mandarem obter informações direto com  a companhia(TAM, no caso), não pense que o avião caiu. Eu, esposa e casal amigo pensamos isso. No balcão da empresa aérea nos informaram que era somente um atraso. Não bastava colocar a hora da chegada( confirmada ou prevista) e evitar o susto? Minha esposa passou mal e, certamente, um cardíaco poderia ter morrido lá mesmo. Tomara isso não ocorra mais.///Preço do açaí grosso não cai. Fica entre 18 e 20 reais e pronto.///Parece que vai ter mesmo um hospital aqui na Pariquis quase esquina com Roberto Camelier no Jurunas. É do grupo Líder. Não sei se somente para atender os funcionários. Tomara tenha convênio com o IASEP. Quando eu adoecer, basta me mandar por uma catapulta. Chego lá  rapidinho.///

Você que é dono de escola, não deixe a mesma sem regularização. Entre no site do Conselho Estadual de Educação e obtenha as melhores informações sobre o assunto: www.cee.pa.gov.br ///Ameaça de chuva...chama o técnico da Sky. "Brincadeira" a queda de sinal.///Muita gente já não protesta no dia do trabalho. Há quem prefira um bom festejo, sorteios, dança, por aí.///Parece que o transporte para a Ilha do Marajó ainda é bem precário. Falam em encalhes e mais encalhes.///Estou sabendo de um peixe na brasa na Alcindo Cacela. Só nos domingos. A pessoa compra e leva para comer em casa. Melhor que assar na residência né? ainda mais quando não há um quintal. Estou próximo de provar esse peixe assado. Tenho o telefone do proprietário. Há uma variedade de peixes.///Cresce o número de mendigos na Roberto Camelier com Pariquis. Alguns são violentos e fazem muita bagunça na lixeira em frente ao prédio em que moro. Se não encontram o que querem, jogam tudo no chão. Qualquer dia teremos que correr com o lixo na hora em que o carro da prefeitura estiver passando. Pois se colocarmos antes, eles fazem um horror./// Depois eu volto. Grato por acompanhar o Blog. Seja feliz.

domingo, 29 de abril de 2012

Institutos federais oferecerão cursos a servidores de escolas

Entre os cursos oferecidos pelo Profuncionário está o de alimentação escolar, que capacitará servidores para preparar a merenda, conforme o cardápio e orientações definidas por nutricionista (foto: fnde gov br)Institutos federais de educação, ciência e tecnologia oferecerão, ao longo deste ano, 66 mil vagas em cursos técnicos a distância para funcionários das redes estaduais e municipais de educação. As primeiras turmas serão abertas em maio, nos estados de Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia e Paraná. A proposta é qualificar 12 mil profissionais de escolas públicas brasileiras. A partir de agosto, estão previstas mais 54 mil vagas em outras unidades da Federação.

A ação integra o Programa Nacional de Formação Inicial em Serviços dos Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público (Profuncionário), que oferta formação técnica de nível médio a servidores dos quadros efetivos escolares.

A formação abrange as áreas de alimentação escolar, multimeios didáticos, secretaria escolar e infraestrutura escolar. Os cursos, previstos no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, fazem parte do eixo tecnológico de apoio educacional e têm carga horária de 1,2 mil horas.

Para participar de cursos no âmbito do Profuncionário, os interessados devem ser servidores do quadro efetivo estadual ou municipal, estar em efetivo exercício na escola, desempenhar a função relacionada ao curso que deseja fazer e comprovar ensino médio completo.

Quem atender aos requisitos e pretende se qualificar deve entrar em contato com a respectiva secretaria municipal ou estadual de educação à qual é vinculado. Caberá ao órgão encaminhar os interessados aos institutos federais que ofertarão os cursos técnicos.

Cursos

Alimentação escolar – O profissional estará apto a preparar a alimentação dos estudantes, conforme o cardápio e orientações definidas por nutricionista. E também poderá organizar e executar os fluxos de aquisição, higienização e armazenamento de alimentos, entre outras atividades.

Multimeios didáticos – A formação é voltada para os funcionários que promovem a mediação entre recursos tecnológicos e prática educativa escolar. Além disso, o técnico em multimeios didáticos é responsável por indicar novos recursos tecnológicos para a ampliação, armazenamento e atualização do acervo multimidiático da escola.

Secretaria escolar
– Responsável por colaborar com a gestão escolar, na organização de registros escolares e por operacionalizar processos de matrícula e transferência de estudantes, de organização de turmas e de registros do histórico escolar.
Infraestrutura escolar
– Dentre outras funções, o servidor atuará na manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos escolares, além de auxiliar na preservação do ambiente intra e extraescolar.

Mais informações sobre os cursos no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.

Danilo Almeida

CODISE escolhe Pará como coordenador da região Norte

Nesta sexta-feira, 26, se encerrou a XXV reunião plenária do CODISE, que destinou o último dia para eleger a nova diretoria e propor alguns pontos que serão discutidos no decorrer dos encontros, dentre os quais, a reformulação da pauta das próximas reuniões, a sistematização de propostas por meio do correio eletrônico para otimizar o tempo nos debates e ainda a ideia de se realizar um dia específico, em cada reunião do colegiado, para as questões inerentes ao trabalho desenvolvido pelos secretários dos Conselhos de Educação.
Durante a reunião vários membros se manifestaram e foram unânimes nos elogios e agradecimentos ao Conselho do Pará pela acolhida e organização do evento, considerado perfeito pela totalidade do grupo.
Com relação à eleição da diretoria para o biênio 2012/2014, os representantes dos 17 estados presentes referendaram a mesma diretoria que estava à frente da entidade, reconduzindo ao cargo a presidente Eliete Cavalcante, do Conselho de Educação do Amazonas, assim como so demais integrantes, sendo que a coordenação da região Norte no Codise, ficou com a secretária do CEE/Pará, Kátia Tárrio, que na abertura do evento foi homenageada pelas assessoras da Câmara de Educação Básica do CEE/PA, coordenada pela professora Ana Mello, em função de sua atuação à frente da secretaria executiva do Conselho de Educação paraense.
A profª Suely Menezes, recebeu todos os integrantes do Codise num almoço de confraternização e destacou a importância do encontro.”Essa troca de experiência é salutar porque a cada encontro se consolida o trabalho que se vem construindo no dia-a-dia dos conselhos”.
A próxima sede da reunião, marcada para setembro deste ano, ainda ficou de ser definida e comunicada aos integrantes do Codise, posteriormente.
Ascom/CEE/PA

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Posse do ministro Ayres Britto na presidência do STF

Os ministros Ayres Britto e Joaquim Barbosa serão empossados na presidência e vice-presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) em sessão solene no Plenário da Corte, nesta quinta-feira (19), às 16h. A cerimônia deve contar com a presença dos chefes dos Três Poderes e diversas autoridades. São esperados 1500 convidados.
A solenidade será aberta com a execução do Hino Nacional. Em seguida, o ministro Cezar Peluso fará seu último pronunciamento como presidente da Corte. Logo após, o ministro Ayres Britto prestará o compromisso de posse. Caberá ao diretor-geral do STF ler o termo de posse do ministro Ayres Britto no cargo de presidente do STF e também de presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A seguir, o termo de posse será assinado pelo presidente que deixa o cargo e pelo presidente empossado. Em seguida, o ministro Cezar Peluso declarará o ministro Ayres Britto empossado no cargo de presidente do STF. O mesmo procedimento será repetido pelo ministro Joaquim Barbosa, e caberá ao presidente recém-empossado declará-lo investido no cargo.

O ministro Celso de Mello fará o discurso de saudação ao novo presidente, em nome do STF. Em seguida, haverá pronunciamentos do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e do presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante. O novo presidente é o último a discursar.
Fonte: Portal STF

CNBB LAMENTA POSIÇÃO DO SUPREMO - ABORTO DE FETOS COM ANENCEFALIA


A Conferência Nacional dos bispos do Brasil, logo após a conclusão do julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54, emitiu nota oficial lamentando a decisão. No texto, os bispos afirmam que "Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso". Leia a integra da Nota:

Nota da CNBB sobre o aborto de Feto “Anencefálico”

Referente ao julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB lamenta profundamente a decisão do Supremo Tribunal Federal que descriminalizou o aborto de feto com anencefalia ao julgar favorável a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 54. Com esta decisão, a Suprema Corte parece não ter levado em conta a prerrogativa do Congresso Nacional cuja responsabilidade última é legislar.
Os princípios da “inviolabilidade do direito à vida”, da “dignidade da pessoa humana” e da promoção do bem de todos, sem qualquer forma de discriminação (cf. art. 5°, caput; 1°, III e 3°, IV, Constituição Federal), referem-se tanto à mulher quanto aos fetos anencefálicos. Quando a vida não é respeitada, todos os outros direitos são menosprezados, e rompem-se as relações mais profundas.
Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso. A ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não aceita exceções. Os fetos anencefálicos, como todos os seres inocentes e frágeis, não podem ser descartados e nem ter seus direitos fundamentais vilipendiados!
A gestação de uma criança com anencefalia é um drama para a família, especialmente para a mãe. Considerar que o aborto é a melhor opção para a mulher, além de negar o direito inviolável do nascituro, ignora as consequências psicológicas negativas para a mãe. Estado e a sociedade devem oferecer à gestante amparo e proteção
Ao defender o direito à vida dos anencefálicos, a Igreja se fundamenta numa visão antropológica do ser humano, baseando-se em argumentos teológicos éticos, científicos e jurídicos. Exclui-se, portanto, qualquer argumentação que afirme tratar-se de ingerência da religião no Estado laico. A participação efetiva na defesa e na promoção da dignidade e liberdade humanas deve ser legitimamente assegurada também à Igreja.
A Páscoa de Jesus que comemora a vitória da vida sobre a morte, nos inspira a reafirmar com convicção que a vida humana é sagrada e sua dignidade inviolável.
Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, nos ajude em nossa missão de fazer ecoar a Palavra de Deus: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).


Cardeal Raymundo Damasceno Assis

Arcebispo de Aparecida

Presidente da CNBB


Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília

Secretário Geral da CNBB

Fonte: Blog da CNBB

Aprovado Fundo de Agricultura Familiar do Mercosul

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou, nesta quinta-feira (19), o Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 65/12, que ratifica o Regulamento do Fundo de Agricultura Familiar do Mercosul. O regulamento foi adotado por meio da Decisão 06/09 do Conselho do Mercado Comum, órgão máximo do Mercosul, durante reunião realizada em Assunção, em julho de 2009.
Como observou o relator do projeto, senador Sérgio Souza (PMDB-PR), o objetivo do fundo é o de financiar programas e projetos relacionados à agricultura familiar e permitir uma “ampla participação dos atores sociais em atividades vinculadas ao tema”. O fundo será constituído por aportes anuais dos Estados Partes do Mercosul, que somarão, em cada exercício, US$ 360 mil. Desse total, caberá ao Brasil aportar a cada ano US$ 225 mil.
Dois outros projetos de decreto legislativo obtiveram pareceres favoráveis da comissão. O PDS 62/12, cuja relatora ad hoc foi a senadora Ana Amélia (PP-RS), aprova acordo com o Congo sobre o exercício de atividade remunerada por parte de dependentes de pessoal diplomático. E o PDS 64/12, que teve como relator ad hoc o senador Jorge Viana (PT-AC), aprova tratado de extradição firmado com a Índia em 2008.
A CRE aprovou também parecer favorável ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 16/12, de autoria do senador Francisco Dornelles (PP-RJ), destinado a desburocratizar as operações cambiais até o limite de US$ 10 mil. Até esse valor, de acordo com a proposta, não será obrigatória a apresentação de formulário de transação cambial exigido pelo Banco Central. O projeto, que teve como relator o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), será agora analisado, em decisão terminativa, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).
Foram também aprovados dois requerimentos. O primeiro, apresentado pela então senadora Marinor Brito, pede voto de aplauso pela passagem dos 68 anos da “libertação do Líbano da dominação francesa”. O segundo, de autoria do senador Fernando Collor (PTB-AL), presidente da comissão, pede a realização de audiência pública com o ministro da Defesa, Celso Amorim, “para debater a situação das Forças Armadas no cenário atual e futuro”.
Agência Senado

SELEÇÃO DE BOAS PRÁTICAS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA AGRICULTURA FAMILIAR

CHAMADA PÚBLICA


De acordo com o MMA - Ministério do Meio Ambiente, o Departamento de Educação Ambiental (DEA) do Ministério do Meio Ambiente, juntamente com o GT Ministerial do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar (PEAAF), composto pelas Secretarias do MMA e suas vinculadas, lançam a Chamada Pública para seleção de Boas Práticas em Educação Ambiental na Agricultura Familiar com vistas ao enriquecimento do PEAAF e para colaborar com a construção dessa política pública de Educação Ambiental voltada para a Agricultura Familiar.


O cadastramento de experiências interdisciplinares de Educação Ambiental, realizadas com a Agricultura Familiar, que disponham de comprovação prática e resultados exitosos, nos vários biomas e com distintos públicos da Agricultura Familiar, quer sejam camponeses, agricultores assentados da Reforma Agrária, povos tradicionais, extrativistas, pescadores e outros, identificará diferentes iniciativas existentes no território nacional e permitirá a divulgação das mesmas a partir da formação de um banco de dados dentre outros mecanismos de difusão.


Serão selecionadas e publicadas até (30) experiências, de acordo com critérios pré-definidos nesta Chamada. As sete primeiras classificadas, uma para cada bioma brasileiro, participarão de eventos de Educação Ambiental e Agricultura Familiar, em trocas de experiências nas atividades vinculadas ao PEAAF/DEA.O prazo para o envio das experiências é até o dia 29/04/2012. Acesse e saiba mais:  http://www.mma.gov.br/sitio/index.phpido=conteudo.monta&idEstrutura=20&idConteudo=11627

SAÚDE VAI INVESTIR R$ 500 MILHÕES EM RADIOTERAPIA

Recursos fazem parte de um conjunto de ações do Ministério da Saúde para o combate ao câncer, que inclui compra de equipamentos e investimento na produção nacional de medicamento para leucemia mielóide crônica.

O Ministério da Saúde vai investir cerca de R$ 505 milhões na rede de unidades oncológicas do Sistema Único de Saúde (SUS). O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18) pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, logo antes da reunião do Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde, realizada durante o Encontro com a Comunidade Científica 2012, em Brasília. Os recursos vão ser aplicados em infraestrutura (R$ 325 milhões) e na compra de aceleradores lineares, equipamentos de alta tecnologia usados em radioterapia, além de outros acessórios (R$ 180 milhões).Serão adquiridos 80 aceleradores no período de cinco anos, o que vai expandir o acesso para mais 28.800 pacientes, anualmente.
O ministro Padilha destaca a importância do investimento em tecnologia na área oncológica. “A assistência aos pacientes de câncer é uma das prioridades do governo federal. Neste âmbito, são medidas essenciais a criação, a ampliação e a qualificação de hospitais habilitados em oncologia, em consonância com os vazios assistenciais, as demandas regionais de assistência oncológica e as necessidades tecnológicas do SUS”, declara.
O secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, explica que o investimento faz parte um plano mais amplo de fortalecimento das ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer. “Foram priorizados os cânceres de mama e do colo do útero, buscando ampliar o acesso a exames preventivos e ao tratamento de lesões precursoras e iniciais. E a radioterapia é uma importante modalidade de tratamento desses dois tipos prioritários de câncer”, esclarece o secretário.Em 2012, foram identificados 260 mil casos de câncer em mulheres – 27% deles são de mama (52.680) e do colo do útero (17.540), respectivamente o segundo e o terceiro tipos de câncer que mais atingem a mulher brasileira.
As obras de infraestrutura e os equipamentos financiados pelo Ministério da Saúde serão destinados a ampliar tecnologicamente 32 unidades oncológicas que já oferecem radioterapia, e criar outros 48 serviços novos. Atualmente, 135 dos 269 hospitais habilitados na alta complexidade em oncologia no SUS contam com serviços de radioterapia de diferentes portes, e, juntamente com outros 13 serviços que atuam fora de hospitais, correspondem a 75% de todos os serviços da área existentes no país. A compra dos equipamentos vai aumentar a capacidade de atendimento do SUS em 20%, alcançando quase 100% da demanda nacional.

Fonte: Portal Saúde.

Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados no MEC

É tão ruim a pessoa constatar que perdeu tempo e dinheiro estudando em uma instituição de ensino superior irregular. É o que vem acontecendo com frequência no Brasil e, inclusive, no estado do Pará. Em minhas viagens a trabalho pelo interior paraense, fico sabendo de tantos casos e, agora, resolvi postar o site do e-MEC, para que vocês que acompanham o Blog, acessem, façam pesquisas e saibam se a instituição que lhes oferece esse ou aquele curso, está devidamente autorizada para atuar em seu município. Desconfie de quem diz que OUTRA instituição fará a certificação. Estude somente em instituições de fato cadastradas no MEC. Evite problemas. Acesse: http://emec.mec.gov.br/

JOVENS BRASILEIROS PASSARÃO QUATRO ANOS EM UNIVERSIDADE ESPANHOLA

COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
Os dez estudantes que neste sábado embarcam para Salamanca foram selecionados com base na nota que obtiveram no Enem ao se candidatarem a bolsa do ProUni (foto: Fabiana Carvalho)Eles deixam para trás a família e os amigos, mas embarcam pela primeira vez para o exterior com a certeza de que a saudade e o sacrifício vão valer a pena. No sábado, 21, um grupo de dez estudantes brasileiros de escolas públicas, selecionados pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), viaja rumo à Universidade de Salamanca, na Espanha, para estudar nos próximos quatro anos.

Este é o terceiro grupo de brasileiros contemplados com bolsas no exterior pelo programa. Em 2013, partirá o último grupo, o que totalizará 40 estudantes. O ano letivo na universidade espanhola começará em setembro, mas os brasileiros frequentarão, antes, aulas de espanhol para obter proficiência no idioma. A possibilidade de estudar em Salamanca resulta de parceria entre aquela universidade e o Ministério da Educação brasileiro, firmada em 2010.

A seleção dos candidatos tomou como base as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por estudantes oriundos de escolas públicas e de baixa renda que pleiteavam bolsas do ProUni. “Os estudantes são classificados pelas notas, pelo mérito acadêmico” diz Paula Branco de Mello, diretora de políticas e programas de graduação da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do MEC. “Este ano, o MEC deu prioridade a áreas de licenciatura como forma de incentivo à formação de professores.”

Mãe de uma menina de dois anos, Natasha Cosmo de Souza, 20 anos, está no grupo que agora embarca para a Espanha. “Nunca imaginei ir a Salamanca”, afirma. “A gente, que consegue tudo com tanta batalha na vida, não pensa em ir tão longe.”

A jovem mora em Samambaia, Distrito Federal (a 25 quilômetros de Brasília), e pretende ser professora de matemática. “Deixar minha filha é muito sofrido, mas é uma oportunidade que poucos têm.”

O baiano Freud Max Gomes, 22 anos, também busca a licenciatura em matemática. “Essa oportunidade será enriquecedora na minha vida profissional e pessoal”, acredita. “Pretendo trabalhar em escolas públicas e dar depoimento da minha vida, aos alunos, de que não há nada impossível e que temos de estudar mesmo.”

Ageilson Mendes, 28 anos, de Goiânia, fará curso de licenciatura em física. “Tenho consciência que é uma área carente de profissionais no Brasil, mas como professor quero mostrar que física não é só cálculo e cálculo”, explica. “Com a física é possível levar o aluno ao mundo do conhecimento.”

Para estudar na Espanha, os brasileiros recebem bolsa-permanência no valor de até 11,8 mil euros por ano (R$ 28,9 mil, em cotação desta quinta-feira, 19). Com ela, são custeados hospedagem, alimentação e, no recesso escolar de fim de ano, o deslocamento da Espanha para o Brasil e retorno.

Criada em 1218, a Universidade de Salamanca é a mais antiga instituição de ensino superior da Espanha e uma das mais antigas da Europa. Tem hoje cerca de 30 mil alunos de países de língua espanhola e de outras nacionalidades em cursos de graduação e pós-graduação.

Rovênia Amorim
Fonte: Portal MEC.

BLOG DA FÁTIMA LEITE

Novo Blog no pedaço é o da Relações Públicas Fátima Leite.
Fátima dá dicas de viagens, culinária, moda e etiqueta.

Jô Soares quebra protocolo da Globo

                       
Jô Soares quebra protocolo da GloboFoto: Divulgação

Apresentador entrevistou a atriz Sylvia Bandeira, recém-saída de novela da Record, e sua ex-mulher

19 de Abril de 2012 às 11:11
É regra na TV Globo ignorar os atores que integram o elenco da Record. Promovê-los em suas atrações, então, nem pensar. Mas Jô Soares quebrou o protocolo, dias atrás, quando recebeu em seu programa a atriz Sylvia Bandeira, recém-saída da novela "Vidas em Jogo", exibida na emissora de Edir Macedo.
A violação da norma aconteceu para a atriz divulgar o espetáculo "Marlene Dietrich - As Pernas do Século", que está em cartaz em São Paulo. Jô e Sylvia foram casados por três anos, na década de 80, e são amigos até hoje.

domingo, 15 de abril de 2012

QUEM SERÁ O CAMPEÃO PARAENSE?

Remo e Águia duelam pela conquista do segundo turno do Parazão 2012. Quem vencer enfrentará o Cametá que caiu de produção após vencer o turno primeiro.

Quem ganhar o turno de número dois, creio, será o campeão paraense deste ano. Entendo que o Águia de Marabá é a equipe mais qualificada. Mas o Remo, além da tradição, tem mais força na chegada. É prudente aguardar. Remo e Paysandu continuam bem na Copa do Brasil. Na foto, eu com Yago Pikachu, destaque do Papão da Curuzu na atual temporada.

YAGO PIKACHU EM VISITA AO JURUNAS

Neste domingo, 15/04, quem esteve no Jurunas, mais precisamente na Roberto Camelier com a Pariquis, foi a sensação do futebol paraense na atualidade. Estou me referindo ao jovem craque Yago Pikachu, lateral direito do Paysandu.

O jovem de 19 anos, está no bicolor paraense desde os 10 anos de idade e, por conta do belo futebol quem vem apresentando, logo terá chance de mostrar seu talento em gramados fora de nosso estado. Pikachu é oriundo deste Jurunas , mas hoje reside no bairro do Benguí. Na oportunidade, bati um papo com o atleta e, certamente, desejei muitas felicidades e sucesso em sua carreira. As fotos são de Fátima Leite.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

OS MELHORES SALÁRIOS DO MUNDO. NADA DE BRASIL


Confira quais são os países com melhores salários; Brasil é 51º

O salário médio dos trabalhadores no mundo é de R$ 2,7 mil mensais - ou cerca de US$ 18 mil (R$ 32 mil por ano), de acordo com pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Para chegar ao número, a instituição coletou dados dos assalariados de 72 países. Autônomos e pessoas que vivem com a renda de benefícios sociais não foram incluídos.No entanto, sengundo a pesquisa cerca de um terço da população do planeta ainda vive com menos de US$ 2 (R$ 3,6 por dia) - abaixo da linha de pobreza. No Tajiquistão, por exemplo, um trabalhador consegue ganhar em média US$ 2,7 mil (R$ 4,9 mil) apenas no acumulado de um ano inteiro. O Brasil aparece na 51ª posição, com salário médio de US$ 778. Confira os países com os melhores e piores salários, conforme o ranking da OIT:1. Luxemburgo - US$ 4.089
2. Noruega - US$ 3.678
3. Áustria - US$ 3.437
4. EUA - US$ 3.263
5. Reino Unido - US$ 3.065
6. Bélgica - US$ 3.035
7. Suécia - US$ 3.023
8. Irlanda - US$ 2.997
9. Finlândia - US$ 2.925
10. Coreia do Sul - US$ 2.90363. Armênia - US$ 471
64. República Dominicana - US$ 462
65. Moldávia - US$ 438
66. Mongólia - US$ 415
67. Síria - US$ 364
68. Quirguistão - US$ 336
69. Índia - US$ 295
70. Filipinas - US$ 279
71. Paquistão - US$ 255
72. Tajiquistão - US$ 227

Fonte: Portal Terra.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

2ª CORRIDA DO TRABALHADOR

DATA: 1º DE MAIO DE 2012.
LARGADA: ÀS 16H
LOCAL: FRENTE AO ESTÁDIO MUNICIPAL – IPIXUNA DO PARÁ
CATEGORIAS:
JUVENIL – 14 À 24 ANOS.
ADULTO - 25 À 44 ANOS.
VETERANO – APARTIR DE 45 ANOS.
FEMININO.
PREMIAÇÃO: R$-3.000,00 (Três Mil Reais) + 01 Bicicleta – para sortear entre os atletas que completarema prova.
Valor da Inscrição: R$-10,00 (Dez Reais).
Observação: Ao fazer sua inscrição você ganha sua camiseta eboné personalizado da Corrida.

INFORMAÇÕES:
Telefone: (91)9982-4217/8066-8033 ou 9190-5575
BENILDO JONAS.
-Coordenador Geral da Corrida -

1ª PLENÁRIA GERAL DA COMISSÃO PRÓ-FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO DO GUAMÁ


Educação do campo e Agroecologia no Nordeste do Pará

Data: 12 de Abril De 2012
Local: Auditório Central do IFPA-Campus Castanhal 

Apresentação

A luta por uma Educação do Campo, das águas e das florestas no Estado do Pará, tem demostrado que é através da participação social dos sujeitos, combinada com a vontade política das instituições públicas que se afirmará uma educação capaz de promover a emancipação humana e a formação de sujeitos íntegros.

Desta forma, Programas como o Projovem Campo Saberes da Terra, o PROCAMPO, PRONERA e o PROEJA, bem como o PARFOR, permitiram formar vários filhos e filhas de agricultores, movimentando o currículo de Instituições como Instituto Federal do Pará - IFPA, no sentido de propiciar uma formação integral de sujeitos camponeses que historicamente estiveram à margem de uma educação de qualidade que viesse valorizar seus saberes e culturas. 

O Instituto Federal do Pará – Campus Castanhal, a Universidade Federal do Pará - UFPA–Campus de Castanhal, Universidade Federal Rural da Amazônia-UFRA e a Universidade Estadual do Pará - UEPA como instituições formadoras e os diversos Movimentos Sociais da região, articuladas ao Fórum Paraense de Educação do Campo -FPEC, têm se colocado como vanguarda, na perspectiva de somar as diversas experiências de educação do Nordeste Paraense.

O exemplo disso foi realização do I Encontro sobre Educação do Campo no Nordeste Paraense, realizado no IFPA-Campus Castanhal em setembro de 2010, onde contou com a presença do Prof. Salomão Hage UFPA/ICED e o Prof. Eliezer Pacheco MEC/SETEC, que acenaram positivamente para a organização territorial do Fórum.

Um dos frutos do referido Encontro em Castanhal foi a criação de uma comissão provisória formada pelas instituições presentes, EMATER, EMBRAPA, UFPA, IFPA, egressos do PROJOVEM CAMPO e PRONERA, educandos/as do PROCAMPO E PROEJA, ficando com a tarefa de mobilizar e instituir o Fórum Regional de Educação do Campo no Nordeste Paraense, mais especificamente na região de integração do Guamá.

É com este propósito que construímos essa memória para convocar todos (as) as representações das organizações e movimentos sociais, Instituições públicas Federais, Estaduais e Municipais, Educandos e Educandos da Educação do Campo a somar, agregar e [re] organizar nossas tarefas, realizando a 1ª plenária Geral da comissão pró-fórum regional de Educação do Campo do Guamá.

Além disso, por ocasião da lembrança dos 19 companheiros e companheiras do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra que tombaram no dia 17 de abril de 1996 lutando pela Reforma Agrária e a construção de uma vida mais digna no campo, estaremos realizando uma atividade de reflexão e lançamentos de dois livros que certamente valorizam a luta cotidiana dos povos do campo. Estão todos e todas convidadas.


Programação:

8:30 – 9:00 hs – Mística de Abertura

9:00 – 12:00 hs - 1ª Plenária geral da comissão Pró-Fórum Regional de Educação do Campo do Guamá.

·         Informes do FPEC;

·         Balanço Político e conjuntural da Educação do Campo no Pará.

          (Prof. Dr. Carlos Renilton Cruz).

·         Continuidade do Curso de Especialização em Educação do Campo edição 2009 (Saberes da Terra); 
         (Prof. Drª. Roberta Coelho/IFPA-Castanhal);

·         Licenciatura em Educação do Campo (PROCAMPO) (Profª. Msc. Marzane Pinto/IFPA-Castanhal);

·         Curso Técnico em Agropecuária integrado ao ensino Médio (PROEJA);

·         Cursos do PAFOR desenvolvidos pela UFPA e IFPA; Marcelo Russo/UFPA-Castanhal).

·         Socialização das organizações e dos Movimentos Sociais presentes na região.

·         Levantamento das demandas da Educação do Campo e construção do calendário de lutas e ações do Fórum regional do Guamá para 2012-2013.

·         Composição da Coordenação Executiva do Fórum de Educação do Campo do Guamá.

12:00 – 13:30 hs - Almoço

13:30 – 16: 00 hs – Palestra: Agroecologia e Reforma Agrária no Pará (Ulisses Manaças/MST)

16:00 – 18:00 hs – Lançamento dos Livros:

- “Agroecologia: bases Científicas da agricultura sustentável“ (Autor: Miguel Altieri);

-“Dicionário da Educação do Campo” (Autora: Roseli Salete Caldart)

Prof. Msc. Edinaldo Feitosa Araújo – Diretor Geral do IFPA-Campus Castanhal

Prof. Dr. Salomão Hage – UFPA

Obs: Presença da Editora Expressão Popular com outros títulos de livros a serem vendidos

18:00 hs – Encerramento com a Banda GRAMOFONE (Castanhal)


REALIZAÇÃO: 
                          
IFPA - Campus Castanhal 
UFPA - Castanhal
FPEC - Fórum Paraense de Educação do Campo


APOIO:
Núcleo de Estudos em Agroecologia e fortalecimento da Agricultura Familiar Camponesa – NEA
Associação Brasileira de Agroecologia – ABA
Editora Expressão Popular

--
Marcos Santos
Secretário Saberes da Terra/IFPA-Castanhal 
(91) 822 1962
"Se a Educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda."
Paulo Freire
Via FPEC - Fórum Paraense de Educação do Campo.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Salário do professor da rede pública cresceu 250% nos últimos 10 anos

A variação do salário do professor da rede estadual de ensino, nos últimos 10 anos, segundo cálculos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), foi de 250%, aproximadamente. Em abril de 2002, o vencimento base do professor (com nível superior, em início de carreira) era de R$ 409,54 e passou para R$ 1.458,11, em março de 2012. A remuneração média do magistério no Estado Pará hoje, com base no piso de R$ 1.451, anunciado em fevereiro pelo Ministério da Educação, passa a ser de R$ 4.070, no Pará.
Mesmo com a concessão de abonos, em 2002, o salário do professor em início de carreira era de apenas R$ 1.044,88. Com o novo piso salarial anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) em 27 de fevereiro deste ano, a remuneração do professor recém-formado passa para R$ 3.555.
Os recursos para pagamento do Piso Nacional são provenientes do Tesouro Estadual e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O Governo do Estado incorporou o valor do abono pago com recursos do Fundeb ao vencimento base. Assim, o valor do antigo abono passou a incidir sobre todas as gratificações que compõem a remuneração, como titularidade e escolaridade.
Outra vantagem da incorporação é que nos afastamentos para tratamento de saúde, licença para curso, maternidade, entre outros, o servidor deixava de receber esse valor. Agora, o abono é uma remuneração salarial definitiva, inclusive para fins de aposentadoria e férias.
O aumento salarial para os docentes significa um acréscimo de R$ 11.900.300,00 na folha de pagamento da Seduc. O valor do retroativo referente aos meses de janeiro e fevereiro deste ano, quando o novo valor foi implantado pelo Governo Federal, será pago pelo Estado em três parcelas, a partir do mês de setembro. O montante do retroativo é de R$ 28 milhões.
“Antigamente, não havia perspectiva alguma de carreira para o professor, não tínhamos piso e nosso salário era baseado no salário mínimo. Eu ganhava, para 280 horas, em torno de R$ 1.600,00. Hoje a perspectiva é de melhora com o pagamento do Piso e o PCCR, pois incentiva o professor a se qualificar e isso reflete na qualidade do ensino”, avalia o professor Márcio Moraes, que tem 11 anos de profissão e leciona matemática nas Escolas Estaduais Antônio Moreira Júnior e Márcio Moreira Ayres.
O incentivo, segundo ele, está na diferença que hoje há na remuneração base do professor, - com a efetivação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) - visto que o servidor que possui curso de especialização recebe um vencimento diferenciado do professor com apenas o nível superior e assim sucessivamente. “Antes, não tínhamos bolsa de mestrado, bolsa-doutorado e atualmente o professor é liberado para se qualificar. Eu já fiz duas especializações pela Seduc, uma em Ciências, Educação e Matemática e a outra em Inclusão Científica e isso demonstra uma busca pela qualificação do profissional”, avalia.
Após quase duas décadas de espera, o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, baseado na Lei 7.442/2010, foi efetivado no dia 15 de setembro de 2011, contemplando professores e técnicos em educação (pedagogos), aposentados e inativos da Seduc. Com ele, 12 níveis de vencimentos passaram a existir, divididos em classes.
A cada três anos de serviço, o vencimento base do professor terá um acréscimo de 0,5% e mais 5% de adicional de tempo de serviço. Outra conquista com o Plano é a “Gratificação Progressiva” – 10% do vencimento para os professores que ingressaram com nível médio e que já têm hoje licenciatura. Essa gratificação chegará a 50% em cinco anos. Ainda para o PCCR foi criada a “Gratificação Risco de Vida” para os docentes da rede estadual, que é de 50%, para aqueles que atuarem dentro da Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) e Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa).
As gratificações que incidem no salário dos professores correspondem a 10% para especialização; 20% para mestrado; e 30% para doutorado. De acordo com o PCCR, elas estão distribuídas da seguinte forma: os professores do ensino regular têm acréscimos de 10% no vencimento base; os professores que lecionarem para a educação especial têm gratificação de 50%. Já os que lecionarem no interior, por módulos, têm gratificação de 180%. Os que possuem nível superior, têm gratificação de 80% do vencimento.
Para o professor de História da Escola Estadual General Gurjão, Luís Neves, o Governo demonstra compromisso com a qualificação profissional. “Ainda não é o ideal, mas esses aumentos significam uma demonstração de luta da categoria e demonstração por parte do Governo em sinalizar mudanças. A mudança não é baseada apenas na questão salarial, mas em incentivos na qualificação profissional dos professores, melhoria na infraestrutura nas escolas”, pontua.

Texto:
Elyne Santiago - SEPROS
Fone: (91) 3201-3615 / (91) 8283-8785
Email: elyne.santiago@sepros.pa.gov.br

Secretário Especial de Estado de Promoção Social
Av. Nazaré, 871 - Belém-Pa. CEP. 66035-170
Fone: (91) 3201-3605/3694
Site: www.pa.gov.br Email: gabinete@sepros.pa.gov.br
Fonte: http://www.pa.gov.br/noticia_interna.asp?id_ver=96478